Estatal

Eletrobras prevê agora privatização até maio de 2022, diz CEO

Antes, a companhia previa para o primeiro trimestre de 2022 a oferta de ações que deverá diluir a participação da União na empresa

Por  Reuters -

RIO DE JANEIRO (Reuters) – A Eletrobras (ELET3; ELET6) atualizou o cronograma para a sua capitalização, prevendo agora que a operação de “follow-on” ocorra até maio do próximo ano, apontou nesta quarta-feira (17) o presidente da estatal, Rodrigo Limp.

Antes, a companhia previa para o primeiro trimestre de 2022 a oferta de ações que deverá diluir a participação da União na empresa.

A atualização, segundo o executivo, ocorreu após decisão de realizar a operação com base nos dados do quarto trimestre de 2021, o que gera um prazo de até 134 dias para que ela ocorra.

Leia também:
Eletrobras: analistas foram pegos de surpresa com aumento de provisões, mas não mudam recomendação para ações

Limp pontuou ainda que a empresa deve finalizar em novembro a contratação do sindicato de bancos para estruturação da operação de “follow-on” e de distribuição do volume de ações a ser emitido pela companhia, em meio ao processo de desestatização.

Em agosto, o executivo havia ponderado que o cronograma que previa o “follow-on” em fevereiro era “desafiador”.

CDB com 300% do CDI? XP antecipa Black Friday com rentabilidade diferenciada para novos clientes. Clique aqui para investir agora!

Compartilhe