Tensão internacional

Depois de 10 anos, Trump recoloca Coreia do Norte na lista de países patrocinadores do terrorismo

Trump sustenta que este foi um "passo crítico" que "deveria ter sido tomado há muito tempo"

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou que seu governo recolocou a Coreia do Norte na lista de países patrocinadores do terrorismo, em um movimento para elevar a pressão sobre Pyongyang uma década depois de o ex-presidente George W. Bush tomar a iniciativa oposta, quando se tentava fechar um acordo de inspeções nucleares com o regime.

Segundo o republicano, na próxima terça-feira (21), também serão anunciadas novas sanções contra o regime de Kim Jong-un. Trump sustenta que a inclusão norte-coreana à lista dos apoiadores do terrorismo foi um “passo crítico” que “deveria ter sido tomado há muito tempo”. 

Também fazem parte da lista Irã, Síria e Sudão. De acordo com o Departamento de Estado, as sanções contra esses países que compõem a lista incluem restrições à ajuda externa norte-americanas, proibição de exportações e vendas relacionadas à defesa e determinados controles sobre exportações, além de diversas restrições financeiras.