Bitcoin bate US$ 68.500 com demanda institucional e mais assuntos que vão movimentar o mercado de criptos hoje

Investidores seguem acumulando Bitcoin para se proteger da inflação; Ethereum acompanha

Paulo Barros

Publicidade

SÃO PAULO – O Bitcoin (BTC) atingiu um novo topo histórico de cerca de US$ 68.600 pouco depois de 1h desta terça-feira (9) sob efeito da alta demanda institucional pela criptomoeda, que vem sendo adotada por hedge funds e outros grandes investidores como alternativa ao ouro e à prata como proteção contra a inflação.

Analistas de bancos como o JPMorgan observam que clientes seguem buscando o Bitcoin como reserva de valor, e dados da casa de análise Glassnode mostram que o número de carteiras que contêm BTC voltou para perto do recorde de 38,7 milhões registrado em maio.

Além disso, o saldo da criptomoeda em corretoras continua a cair com 5.000 BTC retirados apenas na última semana, apontando que compradores não estão interessados em vendê-la pelos preços atuais.

Treinamento Gratuito

Manual dos Dividendos

Descubra o passo a passo para viver de dividendos e ter uma renda mensal previsível, começando já nas próximas semanas

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Quer aprender a investir em criptoativos de graça, de forma prática e inteligente? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir

O CEO da firma de investimentos Anthony Scaramucci afirmou em publicação no Twitter na noite de ontem que a demanda institucional “finalmente chegou” e que há forte procura por pedidos de compra antes do fim de 2022. “Bitcoin a US$ 70 mil vem aí”, disse.

Outro indício do otimismo do mercado está na atividade de mineração, que segue rumo a novas máximas históricas de hash rate, o indicador que mede o poder computacional usado para proteger a blockchain do Bitcoin e que sobe conforme aumenta a disputa entre mineradores pela recompensa em BTC.

Continua depois da publicidade

O movimento de alta do ativo digital vem desde outubro e já resulta em quase US$ 1 trilhão a mais de valor de mercado para todas as criptomoedas. As chamadas altcoins (todas as criptos além do Bitcoin) também mostram força e continuam subindo a cada novo degrau alcançado pela principal moeda digital do mundo. A capitalização total das criptos bate hoje US$ 3,08 trilhões.

Uma das que puxa a alta é o Ethereum (ETH), que volta a renovar sua máxima ao ultrapassar os US$ 4.800 pela primeira vez nesta madrugada. O ativo é impulsionado por possível integração com o Discord, pela queima de ETH após mecanismo lançado em agosto e pela procura por NFTs e soluções de finanças descentralizadas (DeFi) que rodam nesta blockchain e pagam ETH a cada transação.

Por outro lado, a demanda faz as taxas de rede do Ethereum dispararem, empurrando usuários para alternativas como Solana (SOL) e Binance Smart Chain (BSC). Já a Cardano (ADA), que ganhou suporte a contratos inteligentes em setembro, voltou a avançar após semanas de fraqueza e imprime ganhos de mais de 11%, negociada a US$ 2,27.

O Ethereum também ajuda criptos menores como a Livepeer ([ativo=LPT]) subirem mais de 70%. O token alimenta um sistema de streaming descentralizado e é minerado junto com o ETH por meio de placa de vídeo em um computador pessoal.

Confira o desempenho das principais criptomoedas às 7h00:

Criptomoeda Preço Variação nas últimas 24 horas
Bitcoin (BTC) US$ 68.277,57 +3%
Ethereum (ETH) US$ 4.822,25 +1,8%
Binance Coin (BNB) US$ 650,64 +1,9%
Solana (SOL) US$ 247,51 +1,4%
Cardano (ADA) US$ 2,26 +11,3%

As criptomoedas com as maiores altas nas últimas 24 horas:

Criptomoeda Preço Variação nas últimas 24 horas
Livepeer (LPT) US$ 64,38 +71,8%
Loopring (LRC) US$ 2,11 +34,1%
Basic Attention Token (BAT) US$ 1,22 +23,8%
Helium (HNT) US$ 50,82 +22,3%
Litecoin (LTC) R$ 249,60 +19,3%

As criptomoedas com as maiores baixas nas últimas 24 horas:

Criptomoeda Preço Variação nas últimas 24 horas
Kadena (KDA) US$ 17,38 -11,9%
Ecomi (OMI) US$ 0,00728889 -6,7%
Spell Token (SPELL) US$ 0,02576520 -6,5%
Wonderland (TIME) US$ 9.160,65 -5,5%
Avalanche (AVAX) US$ 89,53 -4,1%

Confira como fecharam os ETFs de criptomoedas no último pregão:

ETF Preço Variação
Hashdex NCI (HASH11) R$ 67,45 +7,57%
Hashdex BTCN (BITH11) R$ 88 +8,61%
Hashdex Ethereum (ETHE11) R$ 79,04 +4,76%
QR Bitcoin (QBTC11) R$ 23 +7,82%
QR Ether (QETH11) R$ 19,48 +6,97%

Veja as principais notícias do mercado cripto desta terça-feira (9):

Mensageiro Discord pode lançar integração com Ethereum em breve

A plataforma de mensagens instantâneas Discord pode lançar em breve uma integração com a carteira digital MetaMask e o serviço WalletConnect, que permite conexão com diversas carteiras de criptomoedas.

O CEO do Discord, Jason Citron, publicou no Twitter a imagem de uma tela do que parece ser uma versão de testes da integração que poderá levar transações com criptomoedas e NFTs para a maior agregadora de comunidade de gamers do mundo.

A MetaMask é uma carteira desenvolvida pela ConsenSys, empresa que tem forte influência no desenvolvimento para o Ethereum. Por outro lado, o software não é exclusivo do segundo maior ativo digital do mundo, já que também pode ser compatível com plataformas rivais, como a Binance Smart Chain.

Serviço de registro de domínios em Ethereum distribui US$ 3 bilhões

O serviço de registro de domínios Ethereum Name Service (ENS) realiza uma distribuição (airdrop) de tokens que já soma US$ 3,1 bilhões de valor de mercado após lançamento nesta terça-feira (9).

Os ativos estão sendo enviados para pessoas que já haviam registrado sites com domínio “.eth” no passado, mas estão trazendo uma nova leva de usuários para a solução.

Prova disso é que o ENS se tornou rapidamente um dos projetos do Ethereum com maior atividade segundo a medição de queima de ETH absorvido de cada transação realizada. O projeto disparou para o terceiro lugar no ranking de acordo com esta métrica, ultrapassando MetaMask e OpenSea, atrás somente da exchange descentralizada (DEX) UniSwap e de transferências comuns de ETH.

Ataque a plataforma Robinhood atinge milhões de usuários

A plataforma de negociações de ações e criptomoedas Robinhood foi alvo de um ataque hacker no dia 3 de novembro, relevou a empresa em nota na segunda-feira (8). Hackers teriam utilizado engenharia social para enganar um funcionário da companhia e acessar sistemas internos.

A Robinhood disse que os invasores tiveram acesso a “uma quantidade limitada de informações pessoais” de uma parcela dos clientes. O ataque teria sido contido, evitando o vazamento de informações como números de seguridade social, contas bancárias ou cartões.

No entanto, pelo menos 310 pessoas teriam tido mais dados roubados, e um grupo pequeno de 10 pessoas teriam sido os mais atingidos, possivelmente com informações mais sensíveis interceptadas pelos hackers. A empresa disse que está em “processo de fazer divulgações adequadas às pessoas afetadas”.

Neon Labs levanta US$ 40 milhões para compatibilizar Solana com Ethereum

A startup Neon Labs fechou uma rodada de investimento de US$ 40 milhões liderada Jump Capital, com a participação de Three Arrows Capital, Solana Capital, IDEO CoLab Ventures e outros, para criar uma tecnologia que compatibilize aplicativos do Ethereum com a Solana.

A solução será feita via Ethereum Virtual Machine (EVM) e, quando implementada, poderá levar plataformas populares como UniSwap, Aave e SushiSwap, que surgiram no Ethereum, para dentro da blockchain Solana, patrocinada pela exchange de criptomoedas FTX.

A compatibilidade poderia, em tese, tornar a Solana tão popular quanto a Binance Smart Chain, que usa apps desenvolvidos na mesma linguagem do Ethereum e funciona com a carteira MetaMask.

Segundo a Neon, o projeto passa por testes em redes experimentais, e deve ser lançado na rede principal da Solana em novembro.

Quer aprender a investir em criptoativos de graça, de forma prática e inteligente? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir

Paulo Barros

Editor de Investimentos