Tensão geopolítica

Coreia do Norte acusa CIA de conspiração com Seul para assassinar Kim Jong-Un

O Ministério da Segurança do Estado afirmou que a CIA e os serviços de inteligência de Seul planejaram um "vicioso complô com substâncias bioquímicas" para assassinar o líder norte-coreano

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – A Coreia do Norte acusou nesta sexta-feira a CIA, Agência Central de Inteligência dos Estados Unidos, de conspirar com a Coreia do Sul para assassinar Kim Jong-Un.

Em comunicado, o Ministério da Segurança do Estado afirmou que a CIA e os serviços de inteligência de Seul planejaram um “vicioso complô com substâncias bioquímicas” para assassinar o líder norte-coreano durante cerimônias públicas em Pyongyang.

Essa declaração é feita em um momento de grande tensão na região. Nesta semana, a Coreia do Norte fez um raro ataque à China após comentários do gigante asiático para tentar conter o programa de armas e nuclear do regime norte-coreano. “A China não deve tentar testar os limites da paciência da DPRK”, afirma a Coreia do Norte em nota veiculada pela oficial Agência de Notícias Central Coreana, usando o acrônimo do nome formal do país, República Popular Democrática da Coreia. Em resposta, a China afirmou que quer ter uma relação de “boa vizinhança” com a Coreia do Norte. “A posição da China no desenvolvimento de relações amistosas e de boa vizinhança com a Coreia do Norte também é consistente e clara”, disse o porta-voz do Ministério de Relações Exteriores chinês, Geng Shuang. 

PUBLICIDADE