Desafio InfoMoney

Com “ajuda” de Eike Batista, advogado de 25 anos vence desafio de traders do Meivox

Com ganhos de 721% em 6 meses, Rodolfo Pereira venceu o desafio lançado pelo simulador de investimentos do InfoMoney; como prêmio, ele fará parte da equipe de traders da Auctus Capital

Por  Thiago Salomão

SÃO PAULO – O nome “Eike Batista” e a palavra “advogado” têm andado muito próximos no noticiário dos últimos dias. Mas desta vez a relação entre um e outro não tem a ver com os problemas na justiça que o ex-homem mais rico do Brasil enfrenta: é que uma das empresas do conglomerado de Eike ajudou o investidor Rodolfo Pereira Procopio, de 25 anos, a vencer o primeiro desafio semestral de traders lançado pelo Meivox, o simulador de investimentos do InfoMoney. Ao todo, 291 traders participaram da competição.

Formado em direito, Procopio – que no Meivox utiliza o apelido “Loboo” (veja o perfil dele aqui) – apresentou um rendimento de impressionantes 721% nos seis meses de torneio (veja o resultado do torneio aqui). Ele atribuiu boa parte do seu bom desempenho nos seis meses de competição à queda das ações da MMX Mineração (MMXM3), que lhe propiciou ótimas operações de venda a descoberto – na qual você obtém ganhos com a desvalorização do papel. Em um dos trades, ele vendeu o papel a R$ 1,22 e comprou de volta a R$ 0,95, embolsando um lucro de mais de 20%.

Como prêmio do torneio, Procopio passará a fazer parte da equipe de traders da Auctus Capital, a 1ª proprietary trading criada no Brasil, e terá um limite de até R$ 300 mil para operar na Bolsa, ficando com 50% do lucro obtido nas operações. Em entrevista ao InfoMoney, ele explica que desde 2009 faz da Bolsa seu “trabalho em tempo integral” e agora quer aproveitar essa oportunidade para finalmente viver da Bovespa.

Confira a entrevista:

InfoMoney – Rodolfo, fale um pouco sobre você e explique como você conheceu o mercado financeiro.

Rodolfo Procópio – Tenho 25 anos, sou graduado em Direito, mas a minha paixão pelo mercado de ações foi maior que minha vontade de exercer a profissão. Tudo começou em 2009 quando estava no inicio da faculdade e conheci o mercado financeiro através de uma palestra de bolsa de valores na minha faculdade. Foi quando decidi abrir mão de exercer a advocacia, abri uma conta na corretora e passei a operar. Desde então a Bolsa tem sido o meu trabalho em tempo integral.

IM – Qual foi o grande aprendizado que você teve com o desafio semestral da Meivox?

RP – Um dos maiores aprendizados que tive no desafio e nos anos de bolsa foi exercitar a paciência, ser fiel à própria estratégia e nunca deixar o emocional tomar conta, que é justamente onde as pessoas mais pecam e perdem muito ou deixam de ganhar muito mais. São coisas que têm que andar juntas, lado a lado.

IM – Quais operações que te garantiram o sucesso no torneio?

RP – Os ativos mais voláteis e os de menor liquidez, em especial a MMXM3, devido a todo histórico da empresa e briga com credores. No inicio do desafio, ela estava para anunciar o plano de recuperação judicial, o que me levou a realizar uma venda descoberta nos R$ 1,22 e fechar a operação em R$ 0,95, lucrando 22,10% somente nessa operação. Desde então passei acompanhar o papel mais de perto, entrando sempre vendido. Devido ao tempo de duração do desafio ser bem curto, mantive todo o meu foco concentrado somente nesses ativos mais voláteis

IM – 4. Quais estratégias você utilizou durante o desafio? Quantos trades você costumava realizar por dia/semana/mês?

RP – Eu operava todos os dias no desafio, de segunda a sexta. Tempo e dedicação eram fatores cruciais para vencer o torneio. Esses 6 meses de desafio foram um dos mais voláteis da Bolsa nos últimos tempos por causa das eleições, o que exigiu tempo e uma atenção a mais. Por conta disso operava diariamente e, de acordo com o volume e volatilidade do papel, entrava comprando ou vendendo, embora muitas vezes ainda fazia o uso de cruzamento de medias moveis em gráfico de 5 minutos.

Meu maior foco no desafio sempre foi na rentabilidade dos trades ao invés de quantidade de trades, haja vista que estava mais propenso a errar, o que me levou a fazer em media de 50 operações por mês.

IM – O que você mais gosta de operar no mercado?

RP – Gosto de ações, em especial as small caps, ações de pequeno porte que apresentam alta volatilidade, devido até mesmo às suas variações no intraday, podendo gerar um alto retorno frente ao capital investido, embora o risco caminhe junto.

IM – Possui ações para o longo prazo ou gosta de operar apenas no curto prazo?

RP – Devido ao cenário da Bolsa nos últimos anos, tenho me concentrado mais em comprar ações para o curto e médio prazos, buscando otimização de lucros e redução da margem de perda. Foi-se o tempo que ação era pra longo prazo, podemos ver os casos da Petrobras e Vale, ações mais conhecidas do Ibovespa, mas que atualmente chegaram a bater seus menores patamares da década. Operar no curto prazo hoje requer tempo e dedicação, sem contar que é um jogo emocional, mas ao final das contas e com objetivos e metas definidos, se torna muito mais vantajoso.

IM – Pretende viver de Bolsa agora que vai ingressar na equipe da Auctus?

RP – Viver de Bolsa de Valores sempre foi um sonho, e atualmente tem se tornado cada dia mais real, sem contar que é um trabalho envolvente, é apaixonante. Meu objetivo é ingressar na Auctus como trader, alem de ser grande oportunidade para aperfeiçoar ainda mais meus conhecimentos e praticas a respeito do mercado de ações.

IM – Que conselho você daria para quem está começando agora na Bolsa?

RP – Estudar muito e ficar sempre ligado por dentro das notícias do mercado e, em especial, da empresa que está investindo. E embora todo conhecimento seja pouco a pratica é onde você vai poder aplicar todos seus conhecimentos e aprender a controlar o emocional, que é onde está toda a diferença. Perder faz parte, mas por trás da dor da perda vem o aprendizado, até que você desenvolva uma estratégia rentável de investimentos.

 


 

Não perca!
Nesta quinta-feira às 20h (horário de Brasília), o Meivox realizará um “hangout” para apresentar as novidades do simulador para 2015 e também para divulgar o novo desafio trimestral em parceria com a Auctus Capital. A participação do hangout é gratuita, basta acessar o link: webinarjam.net/webinar/go/13571/127f4657ac.

Compartilhe