Educação

Cogna (COGN3) reduz prejuízo ajustado em 87,3% no 4º trimestre, para R$ 74,945 milhões

Sem ajustes, houve lucro no 4T21 de R$ 65 milhões, revertendo prejuízo R$ 4,019 bilhões de um ano antes, afetado, sobretudo, por impairment

Por  Fernando Lopes

A Cogna (COGN3) reportou prejuízo ajustado de R$ 74,945 milhões no quarto trimestre de 2021 (4T21), uma diminuição de 87,3% com relação ao prejuízo computado no 4T20, de R$ 589,232 milhões.

No acumulado do ano, o prejuízo ajustado também diminuiu, mas na ordem de 75,1%, para R$ 210,723 milhões, enquanto em 2020 ficou em R$ 845,294 milhões.

Sem ajustes, a companhia apresentou o lucro líquido no 4T21 de R$ 65 milhões, revertendo prejuízo R$ 4,019 bilhões de um ano antes, afetado, sobretudo, pelo reconhecimento de perdas no valor recuperável de ativos (impairment), de R$ 3,294 bilhões.

Ebitda e receita da Cogna

O Ebitda recorrente ficou positivo no 4T21, em R$ 423,939 milhões, contra um Ebitda negativo de R$ 100,493 milhões do 4T20. Segundo a empresa, esse Ebitda “traz a Cogna para novo patamar de rentabilidade”.

No acumulado do ano, o Ebitda saltou 96,4%, passando de um bilhão: R$ 1,354 bilhão, contra R$ 689,652 milhões acumulados em 2020.

A receita líquida, entretanto, caiu 5,6%, para R$ 1,550 bilhão no 4T21, ante o R$ 1,643 bilhão do 4T20.

Em todo 2021, a receita líquida da Cogna chegou a R$ 5,281 bilhões, uma queda de 10,5% em relação aos R$ 5,899 bilhões de todo 2020.

Mais dados do balanço

O resultado veio “em razão da conclusão da venda da operação de escolas da Saber, em outubro de 2021, e refletindo a mudança de mix, com maior participação do ensino híbrido/digital no ensino superior, em linha com o direcional estratégico de explorar o ensino digital como uma das avenidas de crescimento”, explicou a empresa. “A redução de receita foi parcialmente compensada pela forte performance de Vasta (+16%) e outros negócios (+25%)”.

A relação dívida líquida/Ebitda recorrente dos últimos 12 meses segue estável em 2,16x, “mantendo a alavancagem em patamar bastante saudável e em linha com 3T21, que foi o último trimestre do waiver no cálculo dos covenants”, explica a Cogna.

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.

Compartilhe