CMN deverá baixar compulsórios hoje

Conteúdo do Portal InfoMoney – Editoria Mercados

Por  Equipe InfoMoney

Rumores de uma possível redução nos depósitos compulsórios sobre os depósitos à vista estão impulsionando as ações dos bancos na Bovespa. O Bradesco, principal alta do Ibovespa, subia 3,82% para R$ 14,12 as 12h20, enquanto que o Banespa, a terceira maior alta do índice, era cotado a R$ 67,20, com valorização de 2,56%. O Ibovespa subia 0,09%, cotado a 13.926 pontos.
A redução de um ponto percentual nos depósitos compulsórios, que no momento equivalem a 45% dos depósitos à vista, deve injetar cerca de R$ 401 milhões na economia. O aumento de liquidez deve ajudar o governo em sua estratégia de reduzir as taxas de juros ao consumidor final. Além disso, deve contribuir para reativar a economia via expansão do crédito, já que os reajustes dos serviços públicos vêm comprometendo uma parcela cada vez maior da renda dos indivíduos.

A maioria dos países desenvolvidos trabalha com níveis bem mais baixos de depósitos compulsórios, cerca de 20% sobre os depósitos à vista. Apesar desses níveis serem muito baixos para a realidade brasileira, eles sugerem que um compulsário ao redor de 35% possa ser praticado, o que liberaria cerca de R$ 4 bilhões na economia.

Compartilhe