Citi reitera “compra” e eleva preço-alvo de ações do Mercado Livre após salto de 86% em 2023

Na visão dos analistas, as vendas de produtos serão uma avenida de crescimento chave para o comércio, principalmente no Brasil

Reuters

(Crédito editorial: Leonidas Santana / Shutterstock.com)

Publicidade

(Reuters) – Analistas do Citi reiteraram recomendação de “compra” para as ações do Mercado Livre e elevaram o preço-alvo dos papéis de US$ 1.550 para US$ 1.900, conforme relatório enviado a clientes nesta quarta-feira, no qual melhoraram também suas estimativas para a companhia, que busca ser o maior ecossistema financeiro e de comércio eletrônico da América Latina.

“Os resultados do Mercado Livre continuam superando as nossas expectativas: não só o comércio principal está crescendo acima das nossas previsões, mas o ritmo de expansão das margens tem sido notável”, afirmaram João Pedro Soares e Felipe Reboredo.

Eles agora esperam receita líquida de US$ 14,239 bilhões para 2023, de US$ 13,669 bilhões anteriormente, enquanto a previsão para o Ebitda passou de US$ 2,436 bilhões para US$ 2,651 bilhões, com a da margem Ebitda mudando de 17,8% para 18,6%. O prognóstico para o lucro do ano passado melhorou de US$ 929 milhões para US$ 1,033 bilhão.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Para 2024, elevaram a projeção da receita líquida em 9,9%, para US$ 17,493 bilhões, enquanto a do Ebitda cresceu 14,4%, para US$ 3,455 bilhões. Para a margem Ebitda, agora veem 19,7%, de 19% antes. O lucro neste ano agora é esperado em US$ 1,475 bilhão, um aumento de 18,6% em relação à previsão anterior.

Na visão dos analistas, as vendas de produtos serão uma avenida de crescimento chave para o comércio, principalmente no Brasil, enquanto a concessão de crédito deve ser uma alavanca fundamental para a divisão fintech/não-comércio. Eles também veem a publicidade como uma das principais oportunidades para o Mercado Livre ampliar ainda mais a margem operacional.

As ações do Mercado Livre, que são negociadas em Nova York, fecharam a US$ 1.529,16 na terça-feira. Em 2023, os papéis acumularam valorização de 85,7%.