Sem acordo

Cia. Hering rejeita proposta da Arezzo para potencial fusão

Segundo a Cia. Hering, a proposta "não atende ao melhor interesse dos acionistas e da própria companhia"

A Cia. Hering (HGTX3) informou nesta quarta-feira, 14, que o seu conselho de administração decidiu, por unanimidade, rejeitar a proposta de potencial combinação de negócios com a Arezzo (ARZZ3). A fabricante e varejista de calçados havia enviado uma carta à fabricante e varejista têxtil no último dia 7, com a proposta.

Para tomar a decisão nesta quarta, de rejeitar o negócio, o conselho da Cia. Hering teve a assessoria do banco BR Partners e do escritório Machado, Meyer, Sendacz e Opice Advogados.

Segundo a Cia. Hering, a proposta “não atende ao melhor interesse dos acionistas e da própria companhia”, que pretende “seguir na execução do seu plano estratégico que combina construção de marcas, expansão e integração de canais, e modernização do supply chain, com foco no cliente e na sustentabilidade”.

A Cia. Hering afirmou ainda em comunicado que continua analisando oportunidades de crescimento inorgânicas, em conjunto com a busca por crescimento orgânico, e manterá seu programa de recompra de ações aprovado pelo conselho em agosto de 2020.

Quer entender o que é o mercado financeiro e como ele funciona? Assista à série gratuita Carreira no Mercado Financeiro e conheça o setor da economia que paga os melhores salários de 2021.