Cesp (CESP6) reverte prejuízo e lucra R$ 395,3 milhões no terceiro trimestre de 2021

A receita líquida atingiu R$ 572 milhões no 3T21, crescimento de 21,5% na comparação com igual trimestre de 2020.

Equipe InfoMoney

(Divulgação)

Publicidade

A Cesp (CESP6) registrou lucro líquido de R$ 395,3 milhões no terceiro trimestre de 2021, revertendo prejuízo de R$ 58,5 milhões na mesma etapa de 2020.

A receita líquida atingiu R$ 572 milhões no 3T21, crescimento de 21,5% na comparação com igual trimestre de 2020.

O Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) do 3T21 somou R$ 861,2 milhões, mais de três vezes superior ao Ebitda do 3T20.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

A Cesp registrou despesa financeira de R$ 122,4 milhões no período, diminuição de 32,5% frente à despesa de R$ 181,6 milhões de um ano antes.

O Credit Suisse avaliou que o resultado do terceiro trimestre da Cesp (CESP6) veio fraco, como o esperado.

O banco diz que o resultado operacional ajustado da CESP (excluindo itens não recorrentes) veio um pouco melhor do que o previsto, embora fraco em relação ao ano anterior, principalmente devido aos maiores custos com compra de energia (GSF impactando todo o trimestre) e maiores despesas com PMSO.

Continua depois da publicidade

No entanto, segundo o banco, os números reportados foram positivamente afetados pela contabilização de contratos de GSF, reversão de provisões e marcação a mercado de contratos de energia.

Para o Credit Suisse, os principais gatilhos para a ação são melhorias na hidrologia, gestão de contingências e resultados futuros da proposta de fusão com a VTRM.

O banco mantém avaliação outperform para ações da Cesp (CESP6), e preço-alvo de R$ 32,40, frente à cotação de terça-feira (26) de R$ 26,00.

Já a XP vê como ligeiramente positivo o resultado da empresa.

“Apesar do resultado operacional majoritariamente em linha com nossas estimativas, a CESP ainda conseguiu entregar uma geração de caixa operacional de R$ 106 milhões, mesmo com a pior hidrologia dos últimos meses. Além disso, também entregou uma redução de riscos com o fim do contencioso GSF e gerenciamento de passivos contingentes”, avaliam os analistas, mantendo o papel como top pick com um preço-alvo de R$ 33/ação.

O Morgan Stanley destaca que o Ebitda ajustado, apesar de registrar queda, ficou 10% acima de sua estimativa, principalmente por conta de operações de compra e venda no curto prazo (“trading” em inglês). Por outro lado, a receita líquida ajustada foi pior do que a estimativa do banco, de R$ 61 milhões, principalmente por conta de expectativas de impostos acima do esperado.

O banco também ressaltou a forte queda em passivos contingentes no trimestre, que caíram cerca de R$ 1,5 bilhão antes de ajustes monetários, dos quais R$ 336 milhões foram provisionados no balanço da Cesp.

Curso inédito “Os 7 Segredos da Prosperidade” reúne ensinamentos de qualidade de vida e saúde financeira. Faça sua pré-inscrição gratuita.