Cerveja: AmBev, maior do Brasil, quer fechar capital da Quinsa, maior da Argentina

Após aprovação da Bolsa de Luxemburgo, AmBev anuncia oferta pública voluntária de compra de ações da subsidiária

SÃO PAULO – A AmBev, maior cervejaria da América do Sul, anunciou, nesta quinta-feira (25), que pretende realizar uma oferta pública voluntária para a aquisição de até 15.533.687 ações de sua subsidiária Quinsa (Quilmes Industrial), após aprovação da Bolsa de Valores de Luxemburgo, na qual a empresa é listada.

O objetivo da AmBev é adquirir, depois da conclusão da oferta, todas as ações da companhia, e, deste modo, fechar o capital da Quinsa, que também tem papéis negociados na Bolsa de Nova York.

Na operação, o preço será de US$ 3,35 por ação classe A e US$ 33,53 por ação classe B, a mesma cifra paga pela AmBev em agosto do ano passado, para a compra do controle da Quinsa, junto à BAC (Beverage Associates). O prazo da oferta encerrará em 28 de fevereiro.

PUBLICIDADE

Quinsa

A Quinsa ocupa lugar de destaque no cenário de bebidas da América do Sul. A marca é a maior de Argentina, Bolívia, Paraguai e Uruguai.