Confira os destaques

Carteira InfoMoney sobe 6,4% em dezembro e acumula ganhos de 83,7% desde sua criação

As grandes contribuições positivos do mês foram as ações Magazine Luiza (+42,02%), Fleury (+12,89%) e Localiza (+10,41%); no ano, o portfólio fechou com ganhos de 26%

SÃO PAULO –  A Carteira InfoMoney teve um ganho de 6,4% em dezembro, contra uma alta de 6,16% do Ibovespa. Um dos destaques positivos do mês foi ação da Magazine Luiza (MGLU3), cuja a inclusão no período se mostrou acertada. A varejista subiu 42,02% no mês (uma contribuição de 1,36% na performance da carteira), impulsionada pela inclusão na nova carteira teórica do Ibovespa, que passa a valer a partir de 2 de janeiro, e dados positivos das vendas de Natal. A consultoria Ebit aponta crescimento de 13% do e-commerce na data comemorativa, enquanto o Serasa Experian mostra um avanço de 5,6% nas vendas do varejo durante a semana de 18 a 24 de dezembro, a taxa mais alta desde 2010. 

Outras grandes contribuições do mês vieram das ações da Localiza (RENT3) e do Fleury (FLRY3), que já estavam na carteira e subiram em dezembro 10,41% e 12,89%, respectivamente (MGLU3 e RENT3 aparecem com os melhores papéis da Bolsa em 2017, segundo um levantamento do InfoMoney – leia aqui). Por outro lado, os destaques negativos de dezembro ficaram com os papéis da BRF (BRFS3), que caíram 4,89% no período, seguidas de Braskem (BRKM5, -2,87%) e B3 (BVMF3, -0,82%).

No ano, a Carteira InfoMoney fechou com ganhos de 26,14%, contra uma alta de 26,86% do Ibovespa. Desde que foi criado, em janeiro de 2016, o portfólio acumula rentabilidade de 83,76%, acima em 7,33 pontos percentuais do desempenho do benchmark da bolsa brasileira no mesmo período (+76,43%).

PUBLICIDADE

Os novos papéis da carteira para o mês de janeiro de 2018 já foram divulgados para os alunos do curso Como Montar uma Carteira de Ações Vencedora no grupo fechado do Facebook. Para fazer parte dessa turma, clique aqui e inscreva-se. A apresentação para o público em geral será feita ao vivo no dia 8 de janeiro às 15h30 (horário de Brasília) na InfoMoneyTV.