Top Picks

Carteira gráfica da XP mantém nomes recomendados para a semana; Vale e Petrobras estão na lista

Na semana passada, a carteira teve perdas de 2,4%, enquanto o Ibovespa encerrou o período em baixa da ordem de 2%

Por  Mariana Zonta d'Ávila

Após mudar praticamente todos os nomes na última semana, a XP optou por manter a carteira de análise gráfica “Top Picks” para a semana até 14 de janeiro.

Com isso, permanecem recomendadas as ações de Cyrela (CYRE3), Fleury (FLRY3), Gerdau (GGBR4), Petrobras (PETR4) e Vale (VALE3).

De acordo com Gilberto Coelho, o Giba, analista técnico responsável pela carteira, a incorporadora e construtora Cyrela encerrou a semana passada com engolfo de alta e respeitando o patamar de R$ 13,16. Segundo ele, a ação pode repicar nos R$ 15,15 ou nos R$ 17,00.

No caso de Fleury, os papéis fecharam sexta-feira com dois candles de alta seguidos, deixando suporte em R$ 15,85 e mirando os R$ 18,15 ou os R$ 19,75.

Uma tendência de alta é vista ainda nas ações de Vale e Petrobras PN, segundo Giba, com projeções de R$ 30,10 a R$ 33,00 e de R$ 88,00 a R$ 100,00, respectivamente.

Por fim, o analista avalia que a ação da Gerdau segue acima da média de 200 dias projetando preço entre R$ 30,45 e R$ 34,00.

Divulgada semanalmente, a carteira Top Picks XP é composta por cinco ativos, tendo cada um peso de 20%. A seleção busca retorno a curto prazo, alinhando fluxo e movimentação das ações ao cenário político e macroeconômico.

Giba calcula a rentabilidade da carteira entrando nas ações no leilão das sextas-feiras. O objetivo é de que a média do retorno dos ativos supere o Ibovespa ao fim da semana.

Confira, abaixo, as recomendações para esta semana:

EmpresaTickerPeso
CyrelaCYRE320%
FleuryFLRY320%
GerdauGGBR420%
Petrobras PNPETR420%
ValeVALE320%

Desempenho

Na semana passada, a carteira “Top Picks” teve perdas de 2,4% (segundo cotação de fechamento da sexta-feira passada), enquanto o Ibovespa encerrou o período em baixa da ordem de 2%.

Na semana encerrada em 7 de janeiro, as maiores quedas partiram das ações de Cyrela, com perdas de 11,53%, e de Fleury, que recuaram 7,84%.

Já as altas partiram dos papéis da Vale, com alta de 7,75%, e de Gerdau, que subiram 0,62%.

Em 2021, a carteira “Top Picks” recuou 14,79%, enquanto o benchmark da B3 encerrou o ano com baixa de 14,82%.

Onde Investir 2022: especialistas explicam o que fazer com seu dinheiro em ano eleitoral em um ebook gratuito!

Compartilhe