Captações no exterior somaram US$ 11,7 bilhões em fevereiro, mostra Anbima

No ano, o volume total foi de US$ 16,8 bilhões, 50% superior ao observado no mesmo período de 2011; debêntures lideram ofertas

Por  Graziele Oliveira

SÃO PAULO – O mês de fevereiro foi marcado pelo significativo volume de captações externas das empresas brasileiras, aponta o relatório de mercado de capitais da Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais), divulgado nesta quarta-feira (7).

Segundo o relatório da associação, as ofertas no mercado internacional no período foram de US$ 11,7 bilhões, sendo concentradas em títulos de renda fixa. No ano, o volume total foi de US$ 16,8 bilhões, 50% superior ao observado no mesmo período de 2011. 

“Nestes dois meses, além do governo brasileiro, 16 empresas, entre corporações e instituições financeiras, levantaram recursos no mercado externo. Enquanto a República captou US$ 825 milhões e as instituições financeiras, US$ 3,7 bilhões, as ofertas de títulos corporativos alcançaram US$ 12,4 bilhões”, revelou o documento.

Por sua vez, as emissões de debêntures responderam pela maior parte das ofertas, com R$ 2,9 bilhões, sendo que os demais instrumentos, notas promissórias, CRI (Certificados de Recebíveis Imobiliários) e FIDC (Fundos de Investimento em Direitos Creditórios), registraram captações de R$ 300 milhões cada um.

Compartilhe