BRF (BRFS3) sobe quase 5% em nova sessão de recuperação e com queda de preços do milho

A dona das marcas Sadia e Perdigão passaram pelo segundo dia de recuperação na Bolsa após tocar na quinta-feira uma mínima intradia desde meados de novembro

Equipe InfoMoney

Publicidade

As ações da BRF (BRFS3) foram destaque de ganhos nesta segunda-feira (22) ao subirem 4,92%, a R$ 13,64, em um dia negativo para o Ibovespa, que fechou em queda de 0,81%.

A dona das marcas Sadia e Perdigão passaram pelo segundo dia de recuperação na Bolsa após tocar na quinta-feira uma mínima intradia desde meados de novembro, o que fez com o que a queda acumulada no mês até aquele momento chegasse a quase 12%.

Ao Broadcast, Rodrigo Brolo, sócio e analista da Criteria Investimentos, explica que, além da recuperação o movimento acompanha a cotação do milho, um dos principais grãos usados como insumo para as produções da empresa, uma vez que ela é a maior processadora de carne de frango do Brasil.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

“A BRF sobe impulsionada pela queda forte nos preços do milho no mercado interno, que recuaram 15% nas últimas duas semanas”, afirmou o especialista. 

(com Reuters e Estadão Conteúdo)