Braskem (BRKM5): ação sobe 2,25% com recomendação, mas fecha longe das máximas com alerta da Defesa Civil no radar

Defesa Civil de Maceió apontou para "risco iminente" de colapso em antiga mina da Braskem

Felipe Moreira

Publicidade

O UBS BB revisou a recomendação para ação da Braskem (BRKM5) de venda para neutro e aumentou o preço-alvo de R$ 20 para R$ 22 (upside de 10% frente o fechamento da véspera), pois vê riscos limitados após o recente desempenho negativo da petroquímica.

As ações caíram aproximadamente 40% desde o pico em meados de junho e cerca de 15% no acumulado do ano, deixando o papel com um múltiplo de Valor da Firma (EV)/Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização)  em torno de 5,5 vezes para 2024, em linha com sua média histórica.

Já nesta quarta-feira (29), após a elevação de recomendação, as ações BRKM5 fecharam com ganhos, de 2,25%, a R$ 20,45, ainda que longe das máximas do dia, de 6,05%, a R$ 21,21, atingidas por volta das 14h (horário de Brasília).

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

As ações perderam fôlego durante a tarde. Nesta quarta-feira, a Defesa Civil de Maceió disse  que há “um risco iminente de colapso” de uma antiga mina de sal-gema da petroquímica, em uma área já desocupada. O órgão afirmou, em nota, que o quadro no local se agravou após sismos se intensificarem.

“Estudos mostram que há risco iminente de colapso em uma das minas monitoradas”, disse a Defesa Civil, recomendando que embarcações e a população evitem transitar na região. O local, no bairro do Mutange, é próximo de uma lagoa.

A Braskem afirmou, em nota, que “em decorrência do registro de microssismos e movimentações de solo atípicas pelo sistema de monitoramento, paralisou suas atividades na área de resguardo”. A área de resguardo é uma zona de segurança em torno de poços com problemas de estabilidade na região.

Continua depois da publicidade

A Braskem disse ainda que a área “foi isolada preventivamente e em cumprimento às ações definidas nos protocolos da companhia e da Defesa Civil.”

A exploração de sal-gema pela Braskem em Maceió, encerrada em 2019, levou a um afundamento de solo que obrigou a interdição de uma série de bairros da capital alagoana, gerando acordos bilionários de indenização e compensação.

O prefeito de Maceió, João Henrique Caldas (PL), criou um gabinete de crise nesta quarta-feira com diversas secretarias municipais para acompanhar a situação na mina 18 da Braskem, informou a prefeitura em comunicado.

Esse gabinete já enviou ofício informando a situação a órgãos de controle e segurança, incluindo os ministérios públicos estadual e federal, a defensoria pública alagoana, a polícia militar e o corpo de bombeiros do Estado, de acordo com o comunicado.

A Defesa Civil já havia dito, na véspera, que intensificara o monitoramento do local.

Recomendação do banco

Com base na previsão de spread da Chemical Market Analytics (CMA), os analistas do banco também esperam uma recuperação das operações em relação às recentes baixas, embora permaneça abaixo das médias históricas, o que acreditam já estar precificado pelo mercado.

Além disso, um possível acordo para venda de parte da companhia continua sendo o principal risco positivo para a tese (por não estar no modelo), após o anúncio de que a Adnoc apresentou uma oferta pelo controle da Braskem para a Novonor e para os bancos credores a R$ 37,29 por ação, quase 90% acima do preço atual, uma melhora em relação às três ofertas apresentadas por Apollo/Adnoc (NPV, ou Valor Presente Líquido, em torno de R$ 26-37/ação), Unipar (R$ 36,50/ação) e J&F (cerca de R$ 33/ação), potencialmente aumentando a probabilidade de negociações avançarem.

A equipe de research considera as seguintes situações como potenciais cenários para os direitos minoritários, caso a oferta da Adnoc avance:

Cenário 1: A oferta é estendida aos minoritários, com 100% dos direitos, o que seria a alternativa mais otimista, implicando cerca de 90% de valorização.

Cenário 2: A oferta é estendida aos minoritários, com 80% dos direitos, implicando cerca de 50% de valorização.

Cenário 3: A oferta não é estendida aos minoritários, com potencial judicialização ou interpretação dos estatutos, dependendo de como o acordo é conduzido.

Cenário 4: A Petrobras (PETR4) exerce seu direito de preferência, igualando a oferta da Adnoc para adquirir a participação da Novonor, mas sem extensão aos minoritários.

No entanto, o UBS BB acredita que grandes desafios persistem, como os desembolsos com as medidas relacionadas ao afundamento do solo em bairros de Maceió, em Alagoas, e os riscos da CPI no Senado, juntamente com a incerteza em relação aos potenciais direitos minoritários.

Já na parte operacional, a CMA prevê que os spreads PE-nafta (entre polietileno e nafta) atingirão US$ 299 por tonelada no 4T23, com uma média de cerca de US$ 290 por tonelada durante 2024, ainda 50% abaixo da média entre 2016-20.

Para o PE-etano, a CMA prevê US$ 737/tonelada no 4T23, com uma média de cerca de US$ 750/tonelada durante 2024, ainda 15% abaixo da média entre 2016-20.

(com Reuters)

Tópicos relacionados