Braskem (BRKM5) tem rating rebaixado para BB+, com observação negativa, pela Ficth

Rebaixamento foi motivado pela percepção da agência sobre o aumento dos riscos relacionados ao evento geológico de Alagoas

Felipe Moreira

Braskem (Foto: Divulgação)

Publicidade

A agência de classificação de risco Fitch Ratings alterou o nível de risco em escala global da Braskem (BRKM5) de BBB- para BB+, com observação negativa, explicada, principalmente, pela percepção da agência sobre o aumento dos riscos ESG relacionados ao evento geológico de Alagoas.

Na visão da agência, o fluxo de caixa livre (FCF) da Braskem ode ficar negativo por um período mais longo do que o esperado. “Enquanto isso, a empresa permanece exposta a uma desaceleração prolongada no setor petroquímico, o que resulta em um aumento significativo da dívida líquida”, apontou.

Os analistas da agência veem o evento geológico como um possível catalisador de deterioração financeira, com aumento do passivo da Braskem, uma vez que o número de processos cobrados à empresa poderá subir.

Treinamento Gratuito

Manual dos Dividendos

Descubra o passo a passo para viver de dividendos e ter uma renda mensal previsível, começando já nas próximas semanas

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Sobre o setor em si, a Fitch espera que a pressão sobre os spreads petroquímicos siga em 2024, após condições de mercado desafiadoras neste ano.

Por outro lado, em comunicado, a Braskem destacou que permanece com sólida posição de caixa e o perfil de endividamento bastante alongado.

“O prazo médio de vencimento das suas dívidas ao final do terceiro trimestre de 2023 era de 12,3 anos, sendo aproximadamente 63% destas concentradas após 2030”, disse a empresa.

Continua depois da publicidade

Por fim, a Braskem reforçou o seu compromisso com a manutenção da sua posição de liquidez e disciplina de custos e na continuidade da implementação de medidas para redução da sua alavancagem corporativa.