Petroquímica

Braskem (BRKM5) lucra 37% a menos no 4º trimestre e anuncia proposta de dividendos adicionais de R$ 1,35 bi

A aprovação dos dividendos adicionais será levada à Assembleia Geral Ordinária a ser realizada no dia 19 de abril de 2022

Por  Felipe Moreira -

A Braskem (BRKM5) registrou um lucro líquido de R$ 530 milhões no balanço do 4º trimestre do ano passado, representando uma queda de 37% no resultado na comparação anual, que foi de R$ 846 milhões.

O resultado operacional recorrente somou R$ 6,317 bilhões no 4T21, elevação de 40% frente ao resultado do 4T20, em função dos melhores spreads internacionais de principais químicos, PE e PVC no Brasil, PP nos Estados Unidos e Europa e PE no México; e do maior volume de vendas de principais químicos e PVC no Brasil, e PP na Europa e PE no México.

Adicionalmente, a empresa informou que enviou proposta para a distribuição de dividendos adicionais no montante de R$ 1,35 bilhão, referente ao exercício social de 2021.

A aprovação será levada à Assembleia Geral Ordinária a ser realizada no dia 19 de abril de 2022.

Mais dados do balanço da Braskem (BRKM5)

O resultado financeiro líquido foi negativo em R$ 2,474 bilhões entre outubro e dezembro do ano passado, revertendo ganho financeiro de 898 milhões do mesmo período de 2020.

A geração de caixa foi de R$ 3,104 bilhões no quarto trimestre de 2021, um crescimento de 53% em relação ao mesmo trimestre de 2020,explicado, principalmente, pelo resultado operacional recorrente no trimestre e pela monetização de créditos de PIS/COFINS no valor de aproximadamente R$ 141 milhões.

A receita líquida somou R$ 28,2 bilhões entre outubro e dezembro do ano passado, alta de 51% na comparação com igual etapa de 2020.

O lucro bruto totalizou R$ 6,702 bilhões no 4T21, aumento de 36% em relação ao mesmo trimestre de 2020.

Investimentos

A Braskem anuncia que vai investir R$ 5,55 bilhões tanto no Brasil quanto no exterior em 2022.

Do montante destinado ao país, R$ 4,42 bilhões serão para operações e R$ 601 milhões para investimentos estratégicos.

Alavancagem financeira

Em relação ao endividamento, a companhia reduziu US$ 1,8 bilhão através do pagamento de diversas operações no mercado de capitais de dívida, atingindo R$ 6,289 bilhões.

Já na parte de investimentos, o foco da petroquímica foi em investir na manutenção dos ativos existentes, como por exemplo a parada geral de manutenção programada realizada na central petroquímica do ABC em São Paulo, e em projetos de crescimento de biopolímeros e resinas recicladas, como a expansão da capacidade de produção de eteno verde em Triunfo/RS e a nova linha de reciclagem mecânica em Indaiatuba/SP, respectivamente.

Com isso, a alavancagem corporativa, medida pela relação dívida líquida/resultado operacional recorrente em dólares, ao final de 2021 foi de 0,94x, apresentando uma redução quando comparado com alavancagem ao final de 2020, que era de 2,94x.

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.

Compartilhe