Qualquer tema

Brasileiro cria robôs que fazem vídeos e publicam no YouTube sozinhos

Os robôs pesquisam o tema, reúnem as imagens, fazem o roteiro, criam o vídeo, exportam e postam no Youtube, com tags, sem interferência humana

SÃO PAULO – Você provavelmente já viu em sua timeline um daqueles vídeos curtos sobre algum conteúdo específico. Geralmente, eles possuem uma vinheta de entrada e, então, combinam fotos, texto e música para explicar um determinado tema.

Se você reparar bem, todos estes vídeos seguem o mesmo formato. O que muda é apenas o assunto.

Pensando nisso, o programador brasileiro Filipe Deschamps, dono do canal homônimo no YouTube, teve a seguinte ideia: por que não desenvolver um robô que faça esse trabalho sozinho a partir de qualquer tema sugerido?

PUBLICIDADE

Assim, surgiu o sistema de inteligência artificial formado por quatro robôs que são capazes de fazer vídeos sobre qualquer assunto. O resultado pode ser conferido no canal Know The World.

Para desenvolver este projeto, Deschamps utilizou javascript, Wikipédia, a plataforma de inteligência artificial da IBM (Watson) e alguns outros programas.

Cada um dos quatro robôs possui uma função bem definida. Após digitar qual tema deve ilustrar o vídeo, o primeiro robô seleciona e trata todas as informações em texto disponíveis no wikipédia sobre o assunto.

Então, o segundo robô pesquisa fotos no Google Imagens e faz o download e tratamento delas. O terceiro renderiza o vídeo final (reunindo imagens, texto, animação e áudio). E o quarto faz o upload do vídeo no Youtube, adicionando título, descrição, créditos e tags.

Segundo Deschamps, o objetivo principal deste projeto (e dos outros de seu canal), é oxigenar a tecnologia no Brasil. “Praticamente todos os serviços digitais que utilizamos nas empresas foram criados fora do Brasil. Talvez o que falte pra gente é pensar grande, pensar com cabeça de tecnologia.”

O vídeo em que o programador explica o projeto e o funcionamento dos robôs já atingiu mais de 128 mil visualizações no YouTube. Após isso, seu canal, que hoje possui cerca de 46 mil inscritos, foi selecionado pela rede social como Creator on the Rise (criador de conteúdo em crescimento) e foi listado no Trending do YouTube Brasil. Assista abaixo:

PUBLICIDADE

Essa é a primeira vez em que um canal especializado em programação é listado na página.

Após este sucesso inicial, o programador começou a produzir uma série de vídeos nos quais ele desenvolve linha por linha de cada robô.

Desse modo, qualquer pessoa que se interesse por programação pode acompanhar o conteúdo e aprender a desenvolver o sistema em sua própria casa. Até a publicação desta matéria, três vídeos já foram lançados. Confira um deles abaixo:

Este pode ser o início de uma grande mudança na maneira como é feita produção de conteúdo. Os mesmos robôs que criam do zero vídeos para o Youtube poderiam criar também para o Instagram, Facebook e até para a televisão.

“Essa abordagem pode ser adaptada para qualquer necessidade de vídeos, como para a comunicação interna de uma empresa ou para automatização de notícias”, diz o jovem.

Agora, a “próxima missão” do programador é aumentar a acessibilidade de seu canal. Ele assumiu o compromisso de incluir legenda em português em todos os novos vídeos, por exemplo, para que pessoas com problemas auditivos também possam consumir o conteúdo.

“Para um desenvolvedor, falta de audição não é um problema. Ele pode programar normalmente, dado que é tudo código e texto”, explica Deschamps.

Invista seu dinheiro na melhor corretora do Brasil: abra uma conta na XP – é de graça!