Bradespar negocia ações da NET e mercado prevê maior distribuição de dividendos

A holding realizou a venda das ações da Net, detendo agora participação apenas em CPFL Energia e Vale do Rio Doce

Por  Equipe InfoMoney

SÃO PAULO – Por não mais considerar sua participação na Net como um investimento estratégico, a holding Bradespar negociou os 4,7% restantes de participação que possuía no capital preferencial da operadora, não sendo mais acionista da Net.

As operações de vendas ocorreram ao longo do primeiro trimestre de 2005 na Bovespa e devem ter rendido a Bradespar, segundo as estimativas da corretora Fator, cerca de R$ 42,8 milhões. Assim, a holding controlada pela Bradesplan, empresa integrante do grupo Bradesco, detém atualmente participação acionária apenas nas empresas Vale do Rio Doce e CPFL Energia, as quais a Bradespar considera investimentos para o longo prazo.

Possibilidade e arbitragem e dividendos

Apesar de ter considerado o fato positivo para os acionistas da Bradespar, os analistas da Fator acreditam que existe uma oportunidade de arbitragem entre as ações da holding e os papéis ordinários da Vale do Rio Doce, quando se considera o deságio atual na cotação dos papéis da Bradespar.

No entanto, com a venda da participação na Net, o endividamento da Bradespar diminuiu, o que pode trazer mais dividendos aos seus investidores. Outro ponto de destaque é a possibilidade da Bradespar ampliar seus investimentos em outras companhias, fato ainda não considerado e muito menos anunciado pela empresa.

Compartilhe