Temporada de resultados

Bradesco lucra R$ 6,5 bilhões no 1º tri, alta de 74% na comparação anual e acima do esperado pelo mercado

A administração do Bradesco destacou que a carteira de crédito expandida do banco cresceu 2,6% no trimestre

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O Bradesco (BBDC3; BBDC4) reportou um lucro líquido recorrente de R$ 6,5 bilhões no primeiro trimestre de 2021, uma queda de 4,2% na comparação com o quarto trimestre de 2020, porém aumento de 73,6% em relação ao mesmo período do ano passado.

O lucro líquido contábil foi de R$ 6,15 bilhões. A média das projeções dos analistas do mercado financeiro para o lucro do banco era de R$ 6,02 bilhões, de acordo com dados compilados pela Refinitiv.

Já o Retorno Sobre o Patrimônio Médio (ROAE, na sigla em inglês) foi de 18,7%, número 1,3 ponto percentual menor que o do trimestre anterior, mas 7 pontos percentuais acima do registrado nos três primeiros meses do ano passado.

A receita de prestação de serviços, por sua vez, foi de R$ 8,07 bilhões, o que representa uma queda de 7,5% na base trimestral e de 2,6% na comparação anual.

Na Demonstração de Resultados, a administração do Bradesco destacou que a carteira de crédito expandida do banco cresceu 2,6% no trimestre e 7,6% em 12 meses impulsionada, principalmente, pelo crédito pessoal, consignado e financiamento imobiliário.

Já a carteira de pessoas jurídicas teve como destaque as operações de Pequenas e Médias Empresas (PMEs), que evoluíram 4,4% no trimestre e 18,6% no ano.

Quer viver de renda? Estes 3 ativos podem construir uma carteira poderosa. Assista no curso gratuito Dominando a Renda Passiva.