Bolsas seguem instáveis nos EUA, na expectativa por resultado da Alcoa

Empresa de alumínio dará início à temporada de resultados; Ford e Chevron avançam com elevação de rating e recomendação

SÃO PAULO – Os principais mercados acionários dos Estados Unidos operam em sentidos opostos nesta segunda-feira (11). Os investidores aguardam o início da temporada de divulgação de resultados, atentos principalmente aos números da produtora de alumínio Alcoa. 

No noticiário, destaque para o anúncio da Casa Branca de  que o presidente Obama deseja incluir na sua próxima proposta para o orçamento uma provisão para garantir que os contribuintes norte-americanos recebam de volta o dinheiro destinado para o plano de recuperação financeira no ano passado.

Perspectivas para os lucros
Segundo a Thomson Reuters, é esperado que as empresas listadas pelo índice S&P 500 apresentem um lucro operacional de US$ 15,80 por ação no quarto trimestre de 2009, acima dos US$ 5,62 do mesmo período no ano de 2008.

PUBLICIDADE

A Alcoa, maior produtora de alumínio do país, deve reportar lucro trimestral nesta segunda-feira, após um 2009 de prejuízos. A alta nos preços dos metais e a recuperação da economia global beneficiaram as projeções para a empresa, que opera com as ações em alta de 1%.

Já o grupo Walt Disney vê seus papéis recuarem 1,96%, uma das maiores quedas no índice Dow Jones, após ter sua recomendação rebaixada, de compra para neutro, pela Janney Montgomery Scott LLC, que considerou os múltiplos da empresa elevados.

Recomendações elevadas
As ações da Chevron avançam 1,62%, após a segunda maior produtora do setor de energia ter sua recomendação elevada de manutenção para compra pelo Citigroup, que aumentou suas projeções para o preço do petróleo para os próximos anos, e elegeu a Chevron sua top pick do setor nos EUA.

Já a agência de classificação de risco Fitch Ratings elevou a classificação de risco da Ford de ‘CCC’ para ‘BB-‘, uma semana após a montadora relatar aumento de 32,8% nas vendas de automóveis no mercado norte-americano. As ações da Ford avançam 5,10%.

China em alta
O mercado de automóveis da China ultrapassou o norte-americano em 2009, após aumento de 46% nas vendas de carros em relação ao ano passado. As exportações da China avançaram 17,7% em dezembro de 2009, na comparação anual, com o país ultrapassando a Alemanha como maior exportadora do mundo.

Cotações
O índice Nasdaq Composite, que concentra as ações de tecnologia, negocia em leve desvalorização de 0,50% e atinge 2.306 pontos. Também opera em leve baixa de 0,15% o índice S&P 500, chegando a 1.143 pontos.

PUBLICIDADE

Por outro lado, o Dow Jones, que mede o desempenho das 30 principais blue chips norte-americanas, sobe 0,11% a 10.630 pontos.

%Var DiaPontos%Var 30D%Var Ano 
 Dow Jones+0,1110.630+1,51+1,93 
 S&P 500-0,151.143+3,34+2,53 
 Nasdaq-0,502.306+5,26+1,61