Bolsas

Bolsas fecham em alta na Europa, com setor financeiro liderando ganhos

Investidores avaliaram PIB norte-americano acima do esperado; Shell tem resultado negativos e registra baixa

Por  Equipe InfoMoney -

SÃO PAULO – As principais bolsas europeias encerraram em alta nesta quinta-feira (29), animadas com a divulgação do PIB norte-americano, que veio acima das projeções.

O banco belga KBC, encerrou em alta de 17,31%, liderando os ganhos do setor financeiro, após reiterar interesse em reembolsar a ajuda do governo e anunciar aumento de capital.

Em Londres, o Royal Bank of Scotlanfd e o Lloyds tiveram as duas maiores altas dentro do índice FTSE 100, com alta de 9,52% e 7,50%, respectivamente. O Lloys afirmou que pode vender novas ações em direitos de oferta e considera a troca de títulos de capital do grupo.

Em Paris, o Societe Generale teve a segunda maior valorização no CAC 40, com as ações em alta de 6,52%. Os papéis do Credit Agricole (5,45%), Dexia (4,29%) e BNP Paribas (3,53%) também se valorizaram.

Na bolsa de Frankfurt, os papéis do setor bancário também lideraram os ganhos: Commerzbank (9,74%) e Deutsche Bank (6,96%) foram a maior e terceira maior valorização no índice DAX 30.

Commodities em alta

A Xstrata, quarta maior produtora de cobre do mundo, viu suas ações subirem 7,37%, e a Fresnillo avançou 6,65%, com o preço das commodities em alta. Foi a terceira e quarta maior valorização dentro do índice FTSE 100. Os papéis da Kazakhmys (6,56%) e da Anglo American (5,60%) também encerraram em forte alta.

Resultados corporativos

As ações da Renault subiram 3,49% na bolsa de Paris, mesmo após a empresa relatar queda de 11% nas vendas no terceiro trimestre com relação ao período anterior.

Já a Volkswagen relatou queda no lucro líquido e nas vendas com relação a 2008, devido ao recuo nos preços dos veículos e declínio nas vendas do modelo Audi na Europa. Ainda assim, as ações da companhia encerraram em alta de 1,42% em Frankfurt, pois as projeções vieram em linha com as expectativas.

A Shell, maior empresa de petróleo da região, relatou queda de 62% nos lucros no terceiro trimestre, com a recessão diminuindo a demanda por combustíveis. As ações da Royal Dutch Shell encerraram em queda de 3,02% em Londres, a maior desvalorização no índice FTSE 100.

Cotações de fechamento

O índice CAC 40 da bolsa de Paris apresentou valorização de 1,37% a 3.714 pontos, acumulando no ano forte alta de 15,42% enquanto
o FTSE 100 da bolsa de Londres operou em alta de 1,13% atingindo 5.138 pontos e sua variação no ano acumula forte alta de 15,87%.

 

A Bolsa de Frankfurt, apresentou uma alta de 1,66% , atingindo 5.587 pontos, acumulando uma forte valorização de 16,16%.

%Var DiaPontos%Var 30D%Var Ano
DAX 30+1,665.587-2,21+16,16
CAC 40+1,373.714-2,62+15,42
FTSE 100+1,135.138-0,43+15,87
SMI+1,146.351+0,55+14,76
FTSE MIB+2,0522.773-3,37+17,02
Compartilhe