Bolsas de NY fecham sem direção única, em pregão menor e com liquidez baixa; varejistas sobem

O índice Dow Jones encerrou o pregão em alta de 0,33%, a 35.390,15 pontos; o S&P 500 subiu 0,06%, a 4.559,34 pontos

Estadão Conteúdo

(Getty Images)

Publicidade

As bolsas de Nova York fecharam sem direção única nesta sexta-feira, 24, uma sessão abreviada e com liquidez exígua, no dia seguinte ao feriado de Ações de Graças nos Estados Unidos.

O índice Dow Jones encerrou o pregão em alta de 0,33%, a 35.390,15 pontos; o S&P 500 subiu 0,06%, a 4.559,34 pontos; e o Nasdaq perdeu 0,11%, a 14.250,85 pontos. Na semana, houve ganhos de 1,27%, 1,00% e 0,89%, respectivamente.

“O ditado habitual é que quando os EUA espirram, o mundo pega uma gripe – no caso mais recente, parece que quando os EUA estão de folga, os mercados globais apertam o botão de soneca”, afirma o diretor de investimentos da AJ Bell, Russ Mould.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

A ação da Nvidia caiu quase 2%, após a Reuters informar que a Nvidia atrasará o lançamento de um novo chip de inteligência artificial (IA) para a China, que busca cumprir regras de exportações dos Estados Unidos.

Por outro lado, Amazon avançou 0,02% e Walmart ganhou 0,89%, em meio à Black Friday, uma das principais oportunidades no ano para que varejista lancem descontos e, como consequência, tenham impulso nas vendas.

Sem volume de negócios relevante, o mercado deixou em segundo plano indicadores econômicos divulgados nesta sexta. Entre eles, o índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) industrial apontou contração na atividade na preliminar de novembro, de acordo com a S&P Global.