Bolsas da Europa operam sem direção única, com CPI da zona do euro abaixo do esperado

Taxa anual de inflação ao consumidor (CPI) da zona do euro desacelerou para 2,4% em março

Estadão Conteúdo

Publicidade

As bolsas europeias operam sem direção única na manhã desta quarta-feira, enquanto investidores digerem os últimos dados de inflação da zona do euro, que vieram abaixo do esperado e melhoram as chances de que o Banco Central Europeu (BCE) sinta confiança de reduzir juros nos próximos meses.

Por volta das 6h45 (de Brasília), o índice pan-europeu Stoxx 600 tinha leve avanço de 0,12%, a 509,16 pontos.

A taxa anual de inflação ao consumidor (CPI) da zona do euro desacelerou para 2,4% em março, segundo cálculo preliminar da Eurostat, vindo abaixo da expectativa de analistas, que previam repetição da taxa de 2,6% de fevereiro.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Há várias semanas, dirigentes do BCE vêm repetindo que estão em busca de novos sinais de que a inflação se move “de forma sustentável” para a meta oficial de 2% para considerar a hipótese de cortes de juros. De modo geral, a sinalização é de que a primeira redução de juros poderá vir em junho.

Ainda na zona do euro, a taxa de desemprego ficou inalterada em fevereiro ante o mês anterior, em 6,5%, bem próxima da mínima histórica de 6,4%.

Nas próximas horas, investidores na Europa vão acompanhar dados econômicos dos EUA em meio a preocupações de que o Federal Reserve (Fed, o banco central americano) possa deixar para começar a reduzir seus juros apenas no segundo semestre, fator que ajudou a derrubar as bolsas de Nova York ontem. Vários dirigentes do Fed, incluindo seu presidente, Jerome Powell, falam em eventos ao longo do dia.

Continua depois da publicidade

Às 7h (de Brasília), a Bolsa de Londres caía 0,39%, a de Paris subia 0,28% e a de Frankfurt avançava 0,29%. Já as de Milão e Madri tinham ganhos de 0,14% e 0,22%, respectivamente, enquanto a de Lisboa recuava 0,21%.

Tópicos relacionados