Bolsas da Europa operam em alta, com Paris na liderança após balanços da LVMH e Rémy Cointreau

No mercado francês, a ação da LVMH subia quase 10% após a empresa divulgar vendas anuais mais fortes do que se previa

Estadão Conteúdo

Publicidade

São Paulo, 26/01/2024 – As bolsas europeias operam em alta na manhã desta sexta-feira, com as de Paris liderando os ganhos após balanços melhores do que o esperado da gigante de artigos de luxo LVMH e da fabricante de bebidas alcoólicas Rémy Cointreau. Investidores também digerem ainda o anúncio de juros do Banco Central Europeu (BCE).

Por volta das 6h40 (de Brasília), o índice pan-europeu Stoxx 600 tinha alta de 0,74%, a 482,12 pontos.

No mercado francês, a ação da LVMH subia quase 10% no horário acima, após a empresa divulgar vendas anuais mais fortes do que se previa. Ainda no ramo de luxo, a Christian Dior avançava 9,5%. Já o papel da Rémy Cointreau saltava 13%, também com resultado de vendas acima das expectativas.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

O apetite por risco na Europa também vem em meio a especulação sobre quanto os juros da zona do euro poderão cair ao longo do ano. Ontem, o Banco Central Europeu (BCE) deixou seus principais juros inalterados pela terceira vez seguida e reafirmou seu compromisso de combater a inflação. A presidente do BCE, Christine Lagarde, reafirmou, porém, previsão de que o primeiro corte de juros poderá vir durante o verão europeu, que começa em meados de junho.

Às 6h52 (de Brasília), a Bolsa de Paris subia 1,88% e a de Londres avançava 1,30%, enquanto a de Frankfurt mostrava alta marginal de 0,07%, revertendo perdas de mais cedo, quando foi pressionada por dados fracos de confiança do consumidor alemão. Já as de Milão, Madri e Lisboa tinham ganhos de 0,36%, 0,39% e 0,22%, respectivamente.

*Com informações da Dow Jones Newswires