Bolsas da Europa fecham sem coesão; Londres cai sob fardo da St. James’s e Reckitt

Em Paris, as ações do Casino despencaram 21,85%, após saltarem na véspera com aval a seu plano de reestruturação em meio ao endividamento elevado

Estadão Conteúdo

Publicidade

As bolsas europeias fecharam com desempenhos divergentes nesta quarta-feira. A Bolsa de Londres foi a mais pressionada, diante do tombo de dois dígitos da companhia de produtos de consumo Reckitt Benckiser e da gestora de fundos St. James’s Place, com resultados abaixo das expectativas. A rede varejista francesa Casino, controladora do Grupo Pão de Açúcar (GPA) no Brasil, recuou em Paris sob impacto do anúncio de prejuízo no quarto trimestre e em ajuste após disparar na terça-feira.

O índice pan-europeu Stoxx 600 recuou 0,35%, a 494,59 pontos. Em Londres, o FTSE 100 fechou em baixa de 0,76%, aos 7.624,98 pontos. Em Frankfurt, o índice DAX subiu 0,25%, aos 17.601,22 pontos. O CAC-40, referencial da Bolsa de Paris, ganhou 0,08%, para encerrar aos 7.954,39 pontos.

Em Londres, a St. James’s Place recuou 18,39%. A gestora cortou o valor do dividendo e fez uma provisão para fazer frente a reclamações referentes ao atendimento a clientes em seus resultados de 2023.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

A Reckitt Benckiser, que detém marcas como Veja, Sustagen e Luftal, cedeu 12,64%. A receita líquida em bases comparáveis caiu 1,2% no quarto trimestre, enquanto analistas esperavam um crescimento de 1,6%, de acordo com uma pesquisa fornecida pela empresa. Os desafios da Reckitt Benckiser permanecem em foco, depois que o grupo não atingiu as expectativas de receita do quarto trimestre, disse em nota Keith Bowman, analista da Interactive Investor. As atenções recaíram sobre o negócio de nutrição, mas os custos permanecem elevados para todas as unidades, disse, após a queda das receitas nos segmentos de saúde e nutrição. “As pressões sobre os gastos dos consumidores – incluindo os elevados custos dos empréstimos – estão provavelmente por trás das perdas de fatia de mercado no seu negócio de saúde, com os clientes optando por marcas mais baratas, como as dos próprios supermercados.”

Por outro lado, a companhia de seguros britânica DirectLine disparou 24,27%, depois que a belga Ageas confirmou que estuda uma oferta pela empresa avaliada em 3,095 bilhões de libras esterlinas (US$ 3,91 bilhões). A oferta representa um ágio de 42,8% sobre o preço de fechamento de terça-feira, informou a companhia.

Em Paris, as ações do Casino despencaram 21,85%, após saltarem na véspera com aval a seu plano de reestruturação em meio ao endividamento elevado. Na madrugada, a companhia informou prejuízo de líquido de 5,66 bilhões de euros em 2023, múltiplas vezes maior do que a perda do ano anterior.

Continua depois da publicidade

Em Amsterdã, o papel da ASM International perdeu 2,26, após o fabricante de chips holandês revelar queda em sua receita trimestral, em balanço divulgado ontem à tarde.

Entre os outros principais índices referenciais da região, o FTSE MIB, de Milão, caiu 0,27%, a 32.617,96 pontos; em Lisboa, o PSI 20 teve baixa de 0,44%, a 6.192,90 pontos; em Madri, o IBEX 35 recuou 0,45%, a 10.068,60 pontos. Todas as cotações são preliminares.