Bolsas da Europa fecham em alta, após ata do BCE mostrar preocupação com crescimento

Nesta quinta-feira, o feriado nos Estados Unidos também retirou liquidez dos mercados, em dia de bolsa fechada também em Tóquio

Estadão Conteúdo

Fachada do Banco Central Europeu (Shutterstock)

Publicidade

As bolsas da Europa fecharam nesta quinta-feira, 23, em alta, depois da ata da mais recente reunião de política monetária do Banco Central Europeu (BCE) reforçar a preocupação da autoridade monetária com o crescimento econômico da zona do euro e sustentar o fim do ciclo de aperto. Nesta quinta-feira, o feriado nos Estados Unidos também retirou liquidez dos mercados, em dia de bolsa fechada também em Tóquio.

No fim do pregão, em Londres, o FTSE 100 subiu 0,19%, aos 7.483,58; em Frankfurt, o DAX subiu 0,23%, aos 15.994,73 pontos; em Paris, o CAC 40 subiu 0,24%, aos 7.277,93 pontos; em Milão, o FTSE MIB teve alta de 0,28%, aos 29.235,71 pontos; em Lisboa, o PSI 20 ganhou 0,52%, aos 6.312,93 pontos. Em Madri, o IBEX subiu 0,29%, aos 9.916,30 pontos. As cotações são preliminares.

No início da manhã, o humor dos mercados europeus já era levemente positivo após o índice de gerentes de compras (PMI) composto do Reino Unido vir acima da expectativa e entrar em território expansionista, indicando avanço da economia. Também, os PMIs compostos da zona do euro e da Alemanha subiram, com o do bloco econômico ficando acima da expectativa.

Treinamento Gratuito

Manual dos Dividendos

Descubra o passo a passo para viver de dividendos e ter uma renda mensal previsível, começando já nas próximas semanas

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Porém, os índices acionários registraram leve queda antes da divulgação da ata do BCE, em tom de cautela que durou pouco e voltou a melhorar.

Segundo o ING, a ata desta quinta-feira mostra que o BC do bloco econômico já chegou em seu pico de juros e pode cortar as taxas muito antes do que o previsto, apesar de que os dirigentes não devem assumir estes planos tão cedo, reforçando o discurso de que vão manter os juros por bastante tempo.

Como o ING indicou, os membros do BCE Joachim Nagel e Gabriel Makhlouf reforçaram que a alta de juros pode não ter chegado ao fim.

Continua depois da publicidade

No Reino Unido, os papéis do NatWest subiram 0,49%, depois de oscilarem bastante durante o pregão, um dia após o governo do país anunciar que pretende deixar sua participação no banco e devolvê-lo completamente à iniciativa privada.

De acordo com análise do Hargreaves Lansdown, o NatWest “está preparado para se beneficiar de alguns dos ventos favoráveis estruturais, que deverão aumentar os lucros do setor no médio prazo” e melhorar o valor de suas ações, que sofreu muito em 2023.

A expectativa é que o governo britânico comece a vender suas participações neste momento, aguardando alguma melhora no valor das ações, visto que enfatizou que vai aguardar condições “favoráveis” pare vender os papéis.

Na Alemanha, investidores também monitoraram a notícia de que o ministério das Finanças suspendeu o dispositivo fiscal que freia o aumento da dívida do governo. Na esteira do congelamento, os rendimentos dos bônus alemães de 10 anos tiveram alta forte a cerca de 2,619%.