Bolsas da Europa avançam com melhor perspectiva para juros do BCE; em Paris, Airbus salta 2,5%

Ontem, a presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, disse que a "parte mais difícil" no combate à inflação provavelmente ficou para trás

Estadão Conteúdo

Sede do Banco Central Europeu (Bloomberg)

Publicidade

São Paulo, 12/01/2024 – As bolsas europeias operam em alta na manhã desta sexta-feira, revertendo perdas do pregão anterior, em meio a uma melhora na perspectiva de cortes de juros na zona do euro, enquanto a ação da Airbus subia após a divulgação de encomendas recordes.

Por volta das 6h25 (de Brasília), o índice pan-europeu Stoxx 600 avançava 0,81%, a 476,62 pontos.

Ontem, a presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, disse que a “parte mais difícil” no combate à inflação provavelmente ficou para trás, e que os juros básicos começarão a ser cortados quando o BCE tiver certeza de que o ritmo de alta dos preços está retornando para a meta oficial de 2% ao ano, segundo a Reuters.

Treinamento Gratuito

Manual dos Dividendos

Descubra o passo a passo para viver de dividendos e ter uma renda mensal previsível, começando já nas próximas semanas

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Entre as ações, a da Airbus saltava 2,5% em Paris, no horário acima, após o maior fabricante de aviões do mundo anunciar que recebeu um número recorde de encomendas em 2023, mais do que dobrando o resultado do ano anterior.

Investidores na Europa também aguardam nas próximas horas o início da temporada de balanços corporativos dos EUA, com resultados de grandes bancos como JPMorgan e Citi. Também no radar estão dados da inflação ao produtor (PPI) dos EUA, um dia após os números do CPI pouco alterarem as expectativas para os juros americanos.

Às 6h39 (de Brasília), a Bolsa de Londres subia 0,79%, a de Paris avançava 1,15% e a de Frankfurt exibia ganho de 0,92%. Já as de Milão e Madri tinham altas de 0,98% e 0,81%, respectivamente. Na contramão, a de Lisboa caía 0,08%.

Continua depois da publicidade

*Com informações da Dow Jones Newswires