Bolsas da China voltam a operar em alta; feriado nos EUA, prévia do PIB no Brasil e mais

Bolsa da China fecha em alta na volta do feriado do Ano Novo Lunar

Felipe Moreira

Trader trabalha na sede da NYSE, em Nova York (Michael Nagle/Bloomberg)

Publicidade

Os índices futuros dos Estados Unidos operam no campo positivo nesta segunda-feira (19), após interromper uma sequência de 5 semanas de altas na última sexta-feira, quando um relatório de inflação acima do previsto enfraqueceu as apostas de cortes antecipados nas taxas de juros americana. As bolsas em Nova York estarão fechadas em função do feriado do Dia do Presidente.

Na volta do feriado do ano novo lunar, que durou mais de uma semana, as bolsas da China continental tiveram ganhos significativos, após levantamento mostrar que o número de viagens e volume de gastos feitos no período de recesso atingiram recordes, superando níveis pré-covid-19.

Por aqui, o Banco Central divulga o índice IBC-Br de dezembro, considerado uma prévia do Produto Interno Bruto (PIB). A previsão do consenso da LSEG é de alta de 0,4% na comparação mensal. Depois do fechamento dos mercados, Americanas e Carrefour divulgam resultados.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

1.Bolsas Mundiais

Estados Unidos

Os índices futuros dos EUA operam em alta nesta segunda-feira (19), em movimento de recuperação após tombo na última sexta-feira, depois que índice de preços ao produtor (PPI, na sigla em inglês) veio acima das expectativas, levando as apostas de início de corte de juros de maio para junho. As bolsas em Nova York estarão fechadas em função do feriado do Dia do Presidente.

Veja o desempenho dos mercados futuros:

Dow Jones Futuro: +0,04%

Continua depois da publicidade

S&P 500 Futuro: +0,08%

Nasdaq Futuro: +0,20%

Ásia

Os mercados da Ásia e do Pacifico fecharam sem direção única nesta segunda-feira, com as chinesas avançando na volta de um longo feriado em reação a dados animadores do turismo doméstico. Na volta do feriado do ano novo lunar, que durou mais de uma semana, as bolsas da China continental tiveram ganhos significativos, após levantamento mostrar que o número de viagens e volume de gastos feitos no período de recesso atingiram recordes, superando níveis pré-covid-19.

O banco central chinês (PBoC), por sua vez, deixou a taxa de sua linha de empréstimo de médio prazo – conhecida como MLF – de um ano inalterada em 2,5% no fim de semana, mas analistas preveem que os juros básicos do país poderão ser cortados, no fim da noite de hoje.

Shanghai SE (China), +1,56%

Nikkei (Japão): -0,04%

Hang Seng Index (Hong Kong): -1,13%

Kospi (Coreia do Sul): +1,19%

ASX 200 (Austrália): +0,09%

Europa

Os mercados europeus iniciaram a semana em baixa, mudando de rumo após um sentimento amplamente positivo na semana passada. O índice Stoxx 600 abriu 0,1% mais baixo, com a maioria dos setores negociando em território negativo. As ações de tecnologia lideraram as perdas, afundando 0,8%, enquanto as de saúde subiram 0,4%.

FTSE 100 (Reino Unido): -0,04%

DAX (Alemanha): -0,35%

CAC 40 (França): -0,49%

FTSE MIB (Itália): -0,43%

STOXX 600: -0,17%

Commodities

Os preços do petróleo operam no vermelho, à medida que os mercados digeriam os comentários de membros do Fed, apontando para uma postura mais paciente em relação a potenciais cortes nas taxas de juro, em dia de liquidez reduzida por conta do feriado nos Estados Unidos.

As cotações do minério de ferro na China fecharam em baixa, uma vez que os traders adotaram uma postura cautelosa após o aumento dos estoques e as fracas margens do aço serem neutralizadas com esperanças de que a demanda aumente no principal consumidor, a China, após o feriado de uma semana do Ano Novo Lunar. O minério de ferro de referência SZZFH4 de março na Bolsa de Cingapura caiu 2,91%, para US$ 127,45 a tonelada.

Petróleo WTI, -0,59%, a US$ 78,72 o barril

Petróleo Brent, -0,85%, a US$ 82,76 o barril

Minério de ferro negociado na bolsa de Dalian teve queda de 0,52%, a 951,50 iuanes, o equivalente a US$ 132,18

Bitcoin

2. Agenda

A agenda da semana tem como destaque o índice IBC-Br de dezembro.

Brasil

9h: IBC-Br de dezembro; consenso LSEG projeta alta mensal de 0,40%

10h: Campos Neto, presidente do BC, tem Reunião com representantes do Opportunity (fechado à imprensa)

11h: Campos neto tem reunião com representantes do SECOVI-SP (fechado à imprensa)

12h: Campos Neto tem reunião com José Tadeu Silva, Presidente da Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (ACREFI) (fechado à imprensa)

14h30: Campos Neto tem reunião com Luiz Carlos Trabuco Capri, Presidente do Conselho de Administração do Bradesco (fechado à imprensa)

17h: Fernando Haddad se reúne com Simone Tebet, Ministra de Estado do Planejamento e Orçamento

3. Noticiário econômico

Governo prepara estímulo a ônibus elétrico nacional

O governo do presidente Lula prepara medidas de estímulo à produção nacional de ônibus elétrico. As iniciativas vão contar com verbas do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e terão exigências de conteúdo local – pré-requisito que voltou a ganhar força com a nova política industrial defendida pela gestão petista. O objetivo é estimular a produção dentro do País, tendo como principal mercado os médios e grandes municípios que estejam em processo de renovação das frotas, segundo apurou a reportagem.

Abilio Diniz morre aos 87 anos em São Paulo

Empresários e autoridades de todo país lamentaram a morte de Abilio Diniz aos 87 anos no último domingo, em São Paulo (SP). O Grupo Pão de Açúcar emitiu nota em que diz: “Lamentamos profundamente a perda do empresário Abilio Diniz. Sua significativa contribuição para o crescimento e consolidação do varejo brasileiro é inegável, especialmente pela sua história no GPA. Sua liderança e inovações moldaram o setor, impactando positivamente a economia nacional e inspirou gerações”.

O vice-presidente do Brasil, Geraldo Alckmin, disse ter recebido “com grande pesar a notícia do falecimento de Abílio Diniz, um dos maiores empresários brasileiros”. “Sua vitalidade, dedicação ao trabalho e fé no Brasil formaram grandes lições de vida. Que seu exemplo continue a inspirar as próximas gerações”.

4. Noticiário político

Lula compara Gaza com holocausto; Netanyahu reage e convoca embaixador em Israel

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, respondeu no domingo (18) às declarações do presidente Luiz Inácio Lula da Silva com críticas às operações israelenses na Faixa de Gaza e ao corte de ajuda humanitária a habitantes da região. Netanyahu disse que a fala feita por Lula equivale a “cruzar uma linha vermelha”, referindo-se a trecho da declaração de Lula, durante viagem oficial à Etiópia, em que o presidente brasileiro comparou a morte de palestinos na região à matança de judeus promovida por Adolf Hitler.

5. Radar Corporativo

PetroReconcavo (RECV3)

A produção média da PetroReconcavo foi de 27,23 mil barris de óleo equivalente por dia (boed) em janeiro, sendo 16,02 mil boed de petróleo e 11,20 mil boed de gás natural. No ativo Potiguar a produção foi de 14.439 boed, com produção de petróleo de 9.776 boed e gás de 4.663 boed, ambos com crescimento em função da retomada gradual de produção mencionada. No Ativo Bahia, a produção foi de 12.798 boed, com produção de petróleo estável de 6.253 boed.

(Com Estadão, Reuters e Agência Brasil