Bolsas da Ásia sobem com NY e possível estímulo na China; Nikkei supera 35 mil pontos pela 1ª vez desde 1990

Já o Hang Seng avançou 1,27% em Hong Kong, a 16.302,04 pontos, e o Taiex registrou alta de 0,46% em Taiwan, a 17.545,32 pontos

Estadão Conteúdo

Publicidade

São Paulo, 11/01/2024 – As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em alta nesta quinta-feira, após um dia positivo em Wall Street e em meio a esperanças renovadas de mais estímulos monetários na China.

O índice japonês Nikkei subiu 1,77% em Tóquio, a 35.049,86 pontos, ultrapassando a marca de 35 mil pontos pela primeira vez desde fevereiro de 1990, enquanto o Hang Seng avançou 1,27% em Hong Kong, a 16.302,04 pontos, e o Taiex registrou alta de 0,46% em Taiwan, a 17.545,32 pontos.

Ontem, as bolsas de Nova York encerraram os negócios com ganhos em torno de 0,5% a 0,8%, em meio a apostas um pouco mais otimistas de que o Federal Reserve (Fed, o banco central americano) poderá começar a reduzir juros em março e à espera de novos dados da inflação ao consumidor (CPI) dos EUA, que serão divulgados nas próximas horas.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Na China continental, o Xangai Composto teve modesta alta de 0,31% hoje, a 2.886,65 pontos, mas o Shenzhen Composto apresentou ganho mais robusto, de 1,62%, a 1.760,77 pontos. Dias atrás, uma autoridade sinalizou que o banco central chinês (PBoC) poderá relaxar mais sua política monetária, inclusive por meio de um corte de compulsório.

No fim da noite desta quinta, estão previstos números da inflação chinesa ao consumidor (CPI) e também ao produtor (PPI).

Exceção na Ásia, o sul-coreano Kospi teve ligeira baixa de 0,07% em Seul, a 2.540,27 pontos, acumulando perdas por sete pregões consecutivos, embora o BC da Coreia tenha mantido seu juro básico em 3,5% pela oitava vez seguida.

Continua depois da publicidade

Na Oceania, a bolsa australiana ficou no azul, impulsionada por ações de tecnologia e do setor financeiro. O S&P/ASX 200 avançou 0,50% em Sydney, a 7.506,00 pontos

*Com informações da Dow Jones Newswires