Bolsas da Ásia fecham mistas, com chinesas estendendo perdas em meio a dúvidas sobre recuperação

Pesquisa da S&P/Global Caixin mostrou que o PMI de serviços chinês diminuiu levemente em janeiro, para 52,7, mas se manteve acima da barreira de 50

Estadão Conteúdo

Publicidade

São Paulo, 05/02/2024 – As bolsas asiáticas fecharam sem direção única nesta segunda-feira, com as chinesas estendendo o mau humor da semana passada, apesar de dados apontarem expansão no setor de serviços.

Na China continental, o índice Xangai Composto caiu 1,02%, a 2.702,19 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto sofreu queda de 3,93%, a 1.433,10 pontos, ampliando perdas da última semana, em meio a persistentes dúvidas sobre a capacidade de recuperação da segunda maior economia do mundo, ainda que Pequim tenha anunciado recentes medidas de estímulos, incluindo um corte na taxa de compulsório bancário que entrou em vigor hoje.

Pesquisa da S&P/Global Caixin mostrou que o PMI de serviços chinês diminuiu levemente em janeiro, para 52,7, mas se manteve acima da barreira de 50 que indica expansão de atividade.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Em outras partes da Ásia, o sul-coreano Kospi recuou 0,92% sem Seul, a 2.591,31 pontos, e o Hang Seng caiu 0,15% em Hong Kong, a 15.510,01 pontos, enquanto o japonês Nikkei avançou 0,54% em Tóquio, a 36.354,16 pontos, com a ajuda de ações dos setores automotivo e financeiro, e o Taiex subiu 0,20% em Taiwan, a 18.096,07 pontos.

Na Oceania, a bolsa australiana ficou no vermelho, à espera de decisão do juros do banco central do país – conhecido como RBA -, a ser anunciada na madrugada desta terça-feira (06). O S&P/ASX 200 caiu 0,95%, em Sydney, a 7.625,90 pontos, após atingir máxima histórica no pregão anterior.

*Com informações da Dow Jones Newswires