Bolsas da Ásia fecham em baixa, com perdas lideradas por Seul e Taiwan após rebaixamento da Apple

Sob o "efeito Apple", Samsung Electronics, LG Corporation e SK Hynix caíram em torno de 3%

Estadão Conteúdo

(Getty Images)

Publicidade

São Paulo, 03/01/2024 – As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em baixa nesta quarta-feira, com ações na Coreia do Sul e em Taiwan liderando as perdas à medida que fornecedores da Apple ficaram pressionados após o fabricante do iPhone ser rebaixado pelo Barclays.

Em Nova York, a Apple sofreu um tombo de quase 4% ontem depois de o Barclays rebaixar sua recomendação para “underweight” (abaixo da média do mercado).

Em Seul, o índice sul-coreano Kospi teve expressiva queda de 2,34% hoje, a 2.607,31 pontos, interrompendo uma sequência de quatro pregões positivos. Sob o “efeito Apple”, Samsung Electronics, LG Corporation e SK Hynix caíram em torno de 3%. Já o Taiex cedeu 1,65% em Taiwan, a 17.559,31 pontos, pressionado por Taiwan Semiconductor Manufacturing Company (TSMC, -2,53%) e Hon Hai (-0,48%, também conhecida como Foxconn.

Treinamento Gratuito

Manual dos Dividendos

Descubra o passo a passo para viver de dividendos e ter uma renda mensal previsível, começando já nas próximas semanas

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Na China continental, o desempenho das bolsas foi misto nesta quarta: o Xangai Composto subiu 0,17%, a 2.967,25 pontos, mas o menos abrangente Shenzhen Composto recuou 0,61%, a 1.812,71 pontos. Em Hong Kong, o Hang Seng teve baixa de 0,85%, a 16.646,41 pontos, arrastado por ações de tecnologia. No Japão, não houve negócios devido a um feriado.

Na Oceania, o mercado australiano acompanhou o tom negativo da Ásia e ficou no vermelho. O S&P/ASX 200 caiu 1,37% em Sydney, a 7523.20 pontos, com perdas generalizadas e lideradas pelo setor de tecnologia da informação (TI).

*Com informações da Dow Jones Newswires