Em mercados / bitcoin

China quer proibir a mineração de Bitcoin; como isso impacta o mercado?

Programa Bloco Cripto, apresentado por Safiri Félix, recebe Ray Nasser, fundador da OR Blockchain

SÃO PAULO - Enquanto o preço do Bitcoin volta a se "estabilizar" em torno dos US$ 5 mil, notícias recentes sobre a mineração de criptomoedas voltaram a levantar alguns debates sobre o assunto.

Para debater o cenário do processo de criação de novos ativos, o programa Bloco Cripto, apresentado por Safiri Félix, recebeu Ray Nasser, fundador da OR Blockchain. Juntos, além de falar de mineração, eles trataram das perspectivas e fundamentos do mercado.

Entre os destaques, a dupla falou sobre a ameaça da China de proibir a mineração de criptomoedas. Na semana passada, a Comissão Nacional de Reforma e Desenvolvimento, poderoso órgão de planejamento do país, listou a mineração de moedas digitais entre diversos setores que pretende eliminar porque “desperdiçam recursos seriamente” ou poluem o meio ambiente.

O órgão abriu consulta pública sobre as diretrizes e indicou que a proibição à mineração de criptomoedas poderia entrar em vigor assim que forem formalizadas. O período de consulta termina em 7 de maio.

Safiri e Ray também comentaram o lançamento de novos equipamentos para mineração e a recuperação do aumento da capacidade de processamento. A Bitmain, maior empresa de mineração de bitcoin do mundo, anunciou em março seu novo dispositivo para minerar criptomoedas, a Antminer Z11.

O novo equipamento supera os concorrentes em eficiência e consumo de energia, além de possuir capacidade de processamento três vezes maior que seu modelo anterior Z9.

Assista ao programa no player acima.

Invista em bitcoins com segurança, facilidade e taxa ZERO: abra uma conta gratuita na XDEX

 

Tudo sobre:  Bitcoin  

Contato