EXPERIMENTE!

Clique e experimente a
versão rápida do

Em mercados / bitcoin

Ronaldinho Gaúcho vai lançar sua própria criptomoeda

Ele irá lançar a RSC (Ronaldinho Soccer Coin), e a venda privada dos tokens já teve início

Ronaldinho Gaúcho
(Reprodução/Instagram)

SÃO PAULO - Para quem assistiu a final da Copa do Mundo no último domingo (15), um dos grandes destaques - e surpresa - do evento foi a participação de Ronaldinho Gaúcho tocando um tambor durante a festa de encerramento. Mas mais do que voltar aos holofotes nos campos, o antigo camisa 10 da seleção brasileira agora está uma nova empreitada fora dos gramados, o mundo das criptomoedas. 

Foi anunciado no fim da semana passada que ele irá lançar a RSC (Ronaldinho Soccer Coin), e a venda privada dos tokens já teve início. Para o público geral, a venda das moedas digitais irá começar em 16 de agosto. O objetivo do projeto visa a construção de estádios digitais, academias virtuais, plataformas de apostas, sistemas de doações e pagamento, entre outras coisas.

A RSC, que usará a plataforma da NEO, é uma ideia de parceria de Ronaldinho com a startup World Soccer Coin. Na primeira fase do ICO (Ofertas Inicial de Moeda, na sigla em inglês), serão emitidos 140 milhões de tokens, com um limite máximo de até 350 milhões de RSCs.

No site oficial do projeto, já existe um calendário de eventos que vai até 2020, com a projeção de criação de pelo menos 300 estádios digitais com instalações na África, Leste e Sudeste Asiático e Oriente Médio. Mas segundo a companhia a intenção é que as ações se espalhem para todo o mundo.

Usando a tecnologia Blockchain, junto com Inteligência Artificial e Realidade Virtual, as academias de futebol virtuais pretendem realizar torneios de e-sports com pessoas de todo o mundo, tanto profissionais como amadores. O White Paper do projeto, porém, ainda não está disponível.

Quer investir em ações pagando só R$ 0,80 de corretagem? Clique aqui e abra sua conta na Clear

Contato