Em mercados / bitcoin

Bitcoin afunda e perde os R$ 30 mil após Google banir propagandas de criptomoedas

Companhia segue o mesmo caminho do Facebook e, a partir de junho, irá proibir anúncios de moedas digitais

Bitcoin
(Shutterstock)

SÃO PAULO - O Bitcoin voltou a acelerar as perdas nesta quarta-feira (14), se consolidando abaixo dos US$ 9 mil após o Google anunciar o banimento das propagandas de criptomoedas, em um movimento semelhante ao feito pelo Facebook no fim de janeiro. No Brasil, o bitcoin registra perdas de 3%, cotado a R$ 39.400 no fim da manhã, enquanto no exterior a moeda digital operava na casa de US$ 8.800.

Em uma atualização de suas políticas de serviços financeiros, o Google informou que irá proibir anúncios de criptomoedas e produtos relacionados a este mercado porque eles são associados a práticas ilícitas. A companhia informou que a medida terá início em junho.

A companhia se une ao Facebook em um esquema de repressão ao comércio desta nova classe de ativos. Além das criptomoedas, o Google vai proibir propagandas de opções binárias e ICOs (Ofertas Iniciais de Moedas, na sigla em inglês).

No caso da rede social, após pouco mais de um mês do anúncio do banimento, o que se viu é que muitas empresas estão conseguindo driblar as regras. Entre as estratégias está a de cometer erros propositais de digitação, para que os algorítimos da empresa não reconheçam os termos relacionados à criptomoedas. O Google já disse que a política da empresa tentará antecipar soluções para estas práticas.

Quer investir em ações pagando só R$ 0,80 de corretagem? Clique aqui e abra sua conta na Clear

 

Contato