Otimismo

Bitcoin pode atingir US$ 200 mil e Ethereum US$ 12 mil em 2022, mostra relatório

Para analistas, começo de ano turbulento não impedirá disparada de preço dos ativos digitais

Por  CoinDesk -

Bitcoin (BTC) e Ethereum (ETH) ainda vão disparar de preço em 2022, afirma a empresa de estratégia de mercado e research FSInsight em relatório intitulado “Ativos Digitais em um Mundo Pós-Ciclo”, publicado na última semana.

A casa de análise afirma que a correlação entre o Bitcoin e as ações aumentou no último trimestre de 2021 e a criptomoeda caiu com a expectativa de aperto monetário do banco central dos Estados Unidos.

Para Sean Farrell, líder de estratégia em ativos digitais, a correlação foi acentuada e a maior convergência entre o BTC e as criptomoedas com as ações de empresas de tecnologia se deu pela “entrada de capital tradicional”.

Segundo ele, no entanto, o reinado ainda pertence ao Bitcoin, que pode alcançar US$ 200 mil na segunda metade de 2022, após começar o ano em turbulência.

A FSInsight também disse que as finanças descentralizadas (DeFi), os tokens não fungíveis (NFTs) e outras aplicações da Web 3 trouxeram um crescimento enorme para a rede da Ethereum. Segundo o relatório, em relação a plataformas na nuvem, a Ethereum é subvalorizada e o ETH pode chegar a US$ 12 mil neste ano.

Para a empresa, existe um otimismo acerca da transição da criptomoeda para o mecanismo de prova de participação em 2022. O resultado da mudança seria a entrada de capital desatrelado do desempenho do Bitcoin.

Até o fechamento da matéria, o Bitcoin era negociado a US$ 42.750 e o Ethereum a US$ 3.068.

Até onde as criptomoedas vão chegar? Qual a melhor forma de comprá-las? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir e receba a Newsletter de criptoativos do InfoMoney

Compartilhe