Bemobi (BMOB3) tem lucro líquido de R$ 19,1 milhões no primeiro trimestre de 2023

Ganhos da empresa caíram 16% no ano com principal explicação para recuo sendo o resultado financeiro da empresa

Vitor Azevedo

IPO Bemobi na B3 (Reprodução Facebook/Bemobi)

Publicidade

A Bemobi (BMOB3) lucrou R$ 19,1 milhões de forma líquida no primeiro trimestre de 2023, número 16% menor do que os R$ 22,6 milhões registrados no mesmo período do ano passado.

A companhia de aplicativos viu sua receita ficar praticamente estável na base anual, saindo de R$ 135 milhões para R$ 137 milhões.

“Apesar dos impactos deste trimestre, como desvalorização cambial, guerra na Ucrânia e a descontinuidade da Oi Móvel, uma das maiores
operadoras do Brasil e relevante parceiro histórico da Bemobi, registramos ligeira expansão em nosso resultado. Excluídos estes efeitos externos e não recorrentes, o avanço da receita líquida ajustada equivale a 12% no ano”, diz a companhia no documento publicado na noite desta quarta-feira (10).

Treinamento Gratuito

Manual dos Dividendos

Descubra o passo a passo para viver de dividendos e ter uma renda mensal previsível, começando já nas próximas semanas

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

A Bemobi destaca ainda a sua vertical de microfinanças, que registrou crescimento de faturamento de 9% no ano.

Do lado dos gastos, os custos com serviços prestados caiu 9% na comparação ano a ano, saindo de R$ 40 para R$ 36,3 milhões. A empresa atribuiu os avanços a ganhos de eficiência na vertical de Pagamentos e a queda nos custos com aquisição de clientes.

As despesas administrativas, por outro lado, subiram 8% no ano, saindo de R$ 52,9 milhões para R$ 52,2 milhões.

Continua depois da publicidade

Dada as potenciais oportunidades de crescimento, seja via aumento de penetração de nossas soluções nas diferentes geografias onde atuamos, seja o lançamento em novas geografias, a Companhia tem utilizado os skills de sua equipe multidisciplinar, inclusive das operações
incorporadas, alocando energia em frentes que suportem o crescimento da companhia”, justifica a Bemobi.

Apesar do recuo do lucro líquido, o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) cresceu 3%, chegado a R$ 43,5 milhões.

O que pesou, então, foi o desempenho financeiro da companhia. A Bemobi registrou um resultado financeiro positivo em R$ 6,3 milhões, número R$ 3,8 milhões menor do que aquilo registrado entre janeiro e março do ano passado.  “Esta queda no período é basicamente explicada pela despesa financeira decorrente da marcação a mercado dos contratos de swap vinculados à recompra de ações”, falam.