Conteúdo editorial apoiado por
IM Trader

B3 planeja implementar horário estendido para futuro do Ibovespa até o fim do ano, diz presidente

De acordo com Gilson Finkelsztain, em uma primeira experiência as negociações começariam às 6h ou 7h e terminariam às 21h ou 22h

Equipe InfoMoney

(Shutterstock)

Publicidade

A B3 (B3SA3), a bolsa de valores brasileira, planeja implementar no final do ano, entre o terceiro e o quarto trimestres, o horário estendido para a negociação do contrato futuro do Ibovespa e, se a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) aprovar, de um contrato futuro de bitcoin. A ideia foi destacada em entrevista a jornalistas com o presidente-executivo da B3, Gilson Finkelsztain, nesta quinta-feira (18).

De acordo com ele, em uma primeira experiência as negociações começariam às 6h ou 7h e terminariam às 21h ou 22h. Atualmente, o horário regular de negociação dos futuros do Ibovespa começa às 9h e encerra às 18h25.

“A demanda para o horário extra veio de corretoras de varejo”, disse o presidente da B3. De acordo com ele, o próprio mercado também tem demandado a extensão do horário de negociação na Bolsa de outros ativos, como o dólar futuro. No entanto, devido ao custo para determinados participantes, ao menos numa primeira fase não haverá alterações de outros produtos.

Treinamento Gratuito

Manual dos Dividendos

Descubra o passo a passo para viver de dividendos e ter uma renda mensal previsível, começando já nas próximas semanas

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Finkelsztain também falou de outros temas, apontando que o governo precisa estar focado no compromisso fiscal, continuar com a agenda de reformas e não criar ruídos desnecessários capazes de gerar volatilidade no mercado. “O que o governo precisa fazer é não ser tão criativo a ponto de criar volatilidade.”

(com Reuters e Estadão Conteúdo)