Elétricas

Apenas Light e Celpa participam de leilão A-4 e contratam 16,5 MWh

O volume financeiro das negociações ficou em R$ 2,885 bilhões

arrow_forwardMais sobre

O leilão de energia A-4 contou com apenas duas empresas compradoras, a Celpa e a Light, confirmando o prognóstico de baixa demanda por parte das distribuidoras. O volume financeiro das negociações ficou em R$ 2,885 bilhões.

No certame, houve a transação de 16.523 megawatts (MW), com potência instalada de 473,318 MW e garantia física de 202,910 megawatts médios (MW Méd). O preço médio ficou em R$ 174,62 por megawatt-hora (MWh) enquanto o preço marginal, que é o custo a mais para a produção do insumo por parte da geradora, foi de R$ 207,84/MWh. O deságio médio nas negociações foi de 28,82%.

A energia vendida será proveniente de Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs), eólicas, usinas fotovoltaicas e termelétricas, segundo a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE). O investimento previsto para a construção dos empreendimentos será de R$ 1,851 bilhões.

A Empresa de Pesquisa Energética (EPE), responsável pela avaliação técnica das usinas, cadastrou o total de 1.841 projetos tanto para o A-3 quanto para o A-4, que será realizado em seguida, que totalizam 66.862 MW de potência instalada.

Quer trabalhar como assessor de investimentos? Entre no setor que paga as melhores remunerações de 2021. Inscreva-se no curso gratuito “Carreira no Mercado Financeiro”.