Commodities

ANP: dados preliminares indicam queda de 1,75% na produção de petróleo em junho ante maio

Já a produção de gás natural cresceu 0,9%, para 132,9 milhões de metros cúbicos por dia.

Por  Estadão Conteúdo -

Dados preliminares da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) mostram que a produção de petróleo no Brasil teve queda de 1,75% em junho na comparação com o mês anterior, para 2,828 milhões de barris diários. Já a produção de gás natural cresceu 0,9%, para 132,9 milhões de metros cúbicos por dia.

Em relação ao ano passado, porém, a produção de petróleo recuou 2,58%, e a de gás, 2,10%.

A produção do pré-sal representou 75,31% desse total, registrando queda de 2,67% comparada ao mês anterior e totalizando 2,759 milhões de barris de óleo equivalente.

Na comparação com a produção de junho de 2021, a produção do pré-sal subiu 1,66%. Do total, 2,188 milhões de barris foram de petróleo e 90,7 milhões de metros cúbicos de gás natural, informou a ANP.

O campo de Tupi (ex-Lula) continua como o maior produtor de petróleo do País, com 714 mil barris diários em junho, queda de 7,93% contra o mês anterior, e também de gás natural, mesmo com a queda de 9,71% em relação a maio. Tupi produziu 33 milhões de metros cúbicos de gás natural por dia em junho.

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Compartilhe