EM DESTAQUE Produção industrial interrompe dois meses seguidos de queda e sobe 7% em maio, em linha com o esperado

Produção industrial interrompe dois meses seguidos de queda e sobe 7% em maio, em linha com o esperado

Copa sem luz?

Aneel vê risco de apagão durante Copa do Mundo de 2014, diz Folha

Mais da metade dos 163 empreendimentos para viabilizar a iluminação está fora do cronograma

SÃO PAULO – Um relatório da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) finalizado em dezembro aponta que boa parte das obras necessárias para fornecer luz na Copa do Mundo de 2014 está atrasada. Segundo reportagem da Folha de São Paulo, que teve acesso ao documento, mais da metade dos 163 empreendimentos para viabilizar a iluminação estão fora do cronograma.

A notícia publicada nesta terça-feira (22) diz que apenas em Fortaleza e Recife as obras estão em dia. Já em Brasília, São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Salvador, Manaus, Cuiabá, Natal e Curitiba há atrasos. Brasília, inclusive, corre risco de ter problemas já na Copa das Confederações, em junho deste ano.

As obras para evitar apagões nos estádios, aeroportos e nas ruas das capitais que sediarão o evento esportivo incluem novas linhas de transmissão e distribuição, além da ampliação e modernização das subestações de energia, diz a Folha.

PUBLICIDADE

Apesar da preoupação da Aneel, que no relatório afirma ser necessária a “urgente aceleração do ritmo de implantação das obras”, o governo refuta a ideia, garantindo que todas as obras estarão prontas para a Copa do Mundo.

As distribuidoras também afirmam ser possível entregar as obras antes do início do torneio, apesar dos atrasos. Entre os motivos citados para justificar o adiamento dos prazos pelas empresas está a dificuldade de conseguir o licenciamento ambiental, problema compartilhado pelas companhias CEB, Cemat e Copel (CPLE6). As demais distribuidoras – Light (LIGT3), CEEE, Eletropaulo (ELPL4), Cosern, Cemig (CMIG4) e Coelba – preveem a conclusão das obras entre 2013 e o início de 2014, diz a notícia.