Em mercados / analise-tecnica

Cenário pede cautela, mas Ibovespa pode estar muito perto de abrir compra novamente

Veja a análise no programa "Visão Técnica" desta sexta-feira

SÃO PAULO - Apesar do tombo da Petrobras (PETR4), o Ibovespa teve seu terceiro pregão seguido de alta nesta sexta-feira (1), mostrando uma tímida recuperação frente ao desempenho visto em maio, no seu pior mês desde 2014. Mas será que já dá para se animar com essa alta ou ainda é cedo para partir para as compras?

No programa "Visão Técnica", o analista Aliakyn Pereira de Sá, da XP Investimentos, comentou que, depois dessa forte queda, várias ações estão chegando em pontos importantes de suporte, o que pode abrir boas oportunidades de compra. Mas, como o momento ainda é bem turbulento, exige mais cautela do investidor. Para confirmar essa leitura, o Ibovespa assim como várias blue chips, citando bancos e siderúrgicas, precisam formar um pivot de alta no gráfico diário. "Só isso sustentaria uma decisão de entrada novamente", comentou. 

Entre os papéis que estão mais interessantes agora, ele citou a Vale, que parece a mais adiantada para andar com uma recuperação do mercado. Hoje mesmo o papel ofereceu oportunidade, disse. Quem ficou de fora, ele sugere uma nova entrada na segunda-feira caso a ação retorne para a casa dos R$ 51,35. O alvo fica na região de R$ 56,00.

Sobre a derrocada da Petrobras, ele comentou que a ação deve ser olhada com atenção nesse ponto. Caso forme um pivot de alta no gráfico diário, o papel pode abrir oportunidade de compra, com alvos em R$ 20 e R$ 23. 

Confira abaixo a análise completa:

BLOCO 1: Cenário pede cautela, mas "timing" da compra na Bolsa parece cada vez mais perto

 

BLOCO 2: O que fazer com as ações da Petrobras após tombo de 15% na Bolsa?

 

BLOCO 3: Os papéis pedidos pelos espectadores

 

 

Contato