Americanas (AMER3) recebe aval para realizar assembleia de credores em dezembro; 3R (RRRP3) e PRIO (PRIO3) têm mudanças acionárias

Confira os principais destaques do noticiário corporativo desta quarta-feira (22)

Felipe Moreira

Fachada da Americanas (Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil)

Publicidade

O radar corporativo desta quarta-feira (22) tem como destaque a Americanas (AMER3), que recebeu autorização da Justiça para realizar assembleia de credores para aprovar plano de recuperação em dezembro.

A 3R Petroleum (RRRP3) e PRIO (PRIO3) anunciaram mudanças acionárias relevantes.

Auren Energia (AURE3) aprova R$ 1,5 bilhão em dividendos, equivalentes a R$ 1,50 por ação.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

A Vale (VALE3) confirmou pagamento de JCP e dividendos em R$ 2,33 por ação e Petrobras (PETR4) alterou o valor para R$ 1,3453475 por ativo.

Confira mais destaques:

Americanas (AMER3)

A Americanas (AMER3) informou que o juízo da 4ª Vara Empresarial da Comarca da Capital do Estado do Rio de Janeiro deferiu o pedido da Companhia de convocação de assembleia geral de credores (AGC) a ser realizada, em primeira convocação, no dia 19 de dezembro de 2023 e, em segunda convocação, no dia 22 de janeiro de 2024, para deliberação sobre o Plano de Recuperação Judicial.

Continua depois da publicidade

O edital de convocação da AGC será publicado oportunamente e já está disponível para consulta nos autos da Recuperação Judicial e no site da Administração Judicial Conjunta.

PRIO (PRIO3)

A Aventi Strategic passou a deter 4,12% do capital social da PRIO (PRIO3).

3R Petroleum (RRRP3)

O Goldman Sachs informou que, no dia 20 de novembro, possuía participação, através de derivativos de liquidação física, equivalente a 13.854.993 ações ordinárias de emissão da 3R, correspondente a 5,77% do capital social, além de instrumentos derivativos de liquidação financeira equivalentes a 6.400.945 ações ordinárias de emissão da companhia, correspondente a 2,67% do capital social.

Posteriormente, no dia 21 de novembro de 2023, o Goldman Sachs informou possuir participação, de forma agregada, através de derivativos de liquidação física, equivalente a 9.544.445 ações ordinárias de emissão da petroleira, correspondente a 3,98% do capital social, além de instrumentos derivativos de liquidação financeira equivalentes a 6.253.489 ações ordinárias de emissão da companhia, correspondente a 2,61% do capital social.

Desktop (DESK3)

A Desktop aprovou o programa de Recompra de Ações de Emissão da companhia, cujo objetivo é a aquisição de até 1.152.083 ações ordinárias, nominativas e sem valor nominal de emissão da companhia, sem redução do capital social, para utilização no âmbito do Primeiro Plano de Outorga de Ações de Matching da companhia.

Jalles Machado (JALL3)

A Jalles Machado (JALL3) informou que encerrou a moagem relativa à safra 2023/24 em suas três unidades, Jalles Machado (UJM), Otávio Lage (UOL) e Santa Vitória (USV), apresentando melhora na produtividade e recorde na produção de açúcar.

Na UJM foram processadas 2.976,1 mil toneladas de cana-de-açúcar, volume 5,9% acima da safra 2022/23 de 2.809,6 mil toneladas. Na Unidade Otávio Lage a moagem de cana alcançou 2.268,6 mil toneladas, marca 4,4% superior à safra anterior na qual foi registrado 2.171,9 mil toneladas. Já na Unidade Santa Vitória foram processadas 2.031,4 mil toneladas de cana-de-açúcar, o que representa incremento de 12,8% quando comparado com a safra 2022/23 de 1.801,5 mil toneladas.

Vale (VALE3)

A Vale (VALE3) informou nesta noite de terça-feira (21) que o valor bruto dos proventos aprovados em outubro  permanecem em R$ 2,331661567 por ação, sendo R$ 1,565890809 por ação como dividendos e R$ 0,765770758 por ação como juros sobre o capital próprio, uma vez que não houve alteração do número de ações em circulação da companhia.

O pagamento dos proventos será realizado no dia 1 de dezembro de 2023.

Salobo

A Vale (VALE3) concluiu o teste de processamento para a primeira fase do projeto Salobo III, com o complexo de Salobo atingindo uma capacidade de processamento superior a 32 milhões de toneladas por ano (Mtpa) por um período de 90 dias. “Esta conquista é um marco importante no acordo de streaming de Salobo com a Wheaton Precious Metals International Ltd. (Wheaton International)”, diz mineradora, em comunicado.

Em 2019, a mineradora iniciou a construção do projeto de expansão Salobo III, com investimento de US$ 1,1 bilhão. Somada às plantas I e II, a capacidade de processamento agora ultrapassa 32Mtpa, e no momento está em ramp-up para atingir a capacidade total de 36Mtpa no 4T24.

Petrobras (PETR3;PETR4)

A Petrobras (PETR3;PETR4) informou nesta terça-feira que atualizou (na casa dos centavos) o valor bruto por ação de dividendos e juros sobre capital próprio (JCP) do terceiro trimestre deste ano para R$ 1,3453475 por papel ordinário e preferencial.

Auren Energia (AURE3)

O Conselho de Administração da Auren Energia (AURE3) aprovou a distribuição de dividendos extraordinários, com base em parte da reserva de lucros, em montante total de R$ 1,5 bilhão. O valor é equivalentes a R$ 1,50 por ação ordinária de emissão da companhia.

Terão direito aos dividendos declarados, os acionistas da companhia na data base de 08 de dezembro de 2023.

As ações serão negociadas ex-dividendos a partir de 11 de dezembro de 2023.

O pagamento dos dividendos será realizado em moeda corrente nacional, em parcela única, no dia 19 de dezembro de 2023.

Iochpe-Maxion (MYPK3)

A BlackRock adquiriu ações ordinárias emitidas pela Iochpe Maxion, sendo que, em 16 de novembro de 2023, suas participações, de forma agregada, passaram a ser de 7.748.918 ações ordinárias representando aproximadamente 5,040% do total de ações ordinárias de emissão da companhia e 6.949.221 instrumentos financeiros derivativos referenciados em ações ordinárias com liquidação financeira, representando aproximadamente 4,520% do total de ações ordinárias emitidas pela companhia.