Agronegócio

AgroGalaxy (AGXY3) vê alta de 16% no lucro ajustado do 4º trimestre e distribuirá dividendos pela 1ª vez

Companhia repassará seus primeiros dividendos aos acionistas, totalizando R$ 28,1 milhões, representando R$ 0,17 por ação

Por  Augusto Diniz

A AgroGalaxy (AGXY3) informou lucro líquido ajustado no 4º trimestre (4T21) de R$ 137,1 milhões, cifra 15,8% maior do que a reportada no mesmo período do ano anterior. Já o lucro líquido ajustado em 2021 foi de R$ 150,6 milhões, 42,2% a mais do que em 2020.

A margem de lucro ajustado caiu no 4T21 para 6,3%, -2,7 p.p. em comparação ao último trimestre de 2020. No ano, a queda foi de -0,3 p.p., de 2,6% em 2020 para 2,3% em 2021.

Com esse resultado, a companhia informa que repassará os primeiros dividendos aos seus acionistas, totalizando R$ 28,1 milhões, o que representa R$ 0,17 por ação.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado chegou no 4T21 a R$ 245,7 milhões, 23,8% maior do que no 4T20. No ano, o Ebitda ajustado foi de R$ 394,1 milhões, 55,3% a mais do que do que o resultado registrado em 2020.

A margem do Ebidta ficou -3,2 p.p. no quarto trimestre de 2021 em relação ao igual período de 2020, e no ano passado foi de -0,1 p.p. em relação a 2020.

A AgroGalaxy teve receita líquida em 2021 de R$ 6,6 bilhões, aumento de 59% em relação a 2020. Desse total, R$ 4,4 bilhões são provenientes de insumos.

No último trimestre de 2021, a receita líquida da companhia foi de R$ 2,5 bilhões, uma expansão de 65% em relação ao 4T20.

Devido ao atraso no plantio da safra de verão, iniciada em outubro, houve concentração dos resultados no 4T20 mais acentuada que a média histórica, informa a empresa.

Agrogalaxy irá abrir mais de duas dezenas de lojas em 2022

Em entrevista exclusiva a InfoMoney, O CEO da Agrogalaxy, Welles Pascoal, disse que 2021 foi importante para a empresa tanto em crescimento orgânico como aquisições.

Em abril de 2021, a empresa havia feito a compra definitiva da Boa Vista; em setembro de 2021, da Ferrari Zagatto e em janeiro desse ano, fechou a aquisição da Agrocat. Além disso, no ano passado, a empresa inaugurou 21 lojas, passando a ter – entre aquisições e novos estabelecimentos – desde o início de 2022, 145 lojas.

“Essas aquisições deram base boa de nos sustentar em regiões como Mato Grosso e Paraná. A gente operava numa parte muito pequena em Mato Grosso e, agora, nos colocou para valer no Mato Grosso”, afirmou.

“Nosso nossos planos é manter crescimento orgânico forte. Ano passado abrimos 21 lojas e esse ano vamos abrir mais lojas do que no ano passado”, disse.

“Queremos manter os M&A (merger e acquisitions; fusões e aquisições), sendo mais seletivos, mas aquelas que podem realmente ajudar a transformar a companhia”.

A AgroGalaxy, uma plataforma de varejo de insumos agrícolas e serviços voltados para o agronegócio, fez o IPO na B3 em julho do ano passado. Mauricio Puliti, CFO AgroGalaxy, explicou que a oferta de ações permitiu a empresa avançar em novas aquisições.

“O mercado de insumos no Brasil está em consolidação. Queremos liderar esse processo. Temos muito espaço para conquistar. Então, tanto o crescimento orgânico como por meio de M&A é muito importante”, ressalta Welles Pascoal. Segundo ele, as aquisições devem seguir pelos próximos cinco anos.

“Usamos o M&A para alavancar o crescimento. A aquisição acelera o crescimento orgânico da empesa”, complementa Maurício Puliti.

Inflação será repassada

O CEO da AgroGalaxi explica que a empresa é “uma repassador de preço” pois a definição vem do fabricante.

“Logicamente, competimos com outras empresas de insumos na venda para o agricultor. Pode-se ter que repassar pra ele de sua margem, mas tem-se um ganho em termos absolutos”, explica. “Mas vai ter uma inflação na ponta”.

Pelo lado do agricultor, Welles Pascoal acredita que, mesmo assim, vai ser um ano positivo para o produtor devido à alta de commodities.

Produtor deve utilizar menos fertilizantes

A AgroGalaxy acredita que possa faltar fertilizantes para quem deixar para última hora a compra.

“A gente sabe da realidade da guerra (entre Rússia e Ucrânia). É a pior área (a de fertilizantes) que a gente tá vendo. Principalmente o produto a base de potássio (quem vem da Rússia e Belarus, aliados na guerra contra Ucrânia)”, explicou ele.

“O que estamos fazendo é fechar volume com nossos fornecedores e já negociar esses volumes com o produtor rural. O que recomendamos aos nossos clientes é que não deixe (a compra) para última hora. Alguém vai ficar sem”, afirma.

Segundo ele, além da possível falta de fertilizantes, tem questões relacionadas à logística. “A gente já tem um problema de logística que vem desde o começo da pandemia e se deixar para ser entregue perto da safra, vai complicar ainda mais”, explicou.

A AgroGalaxy afirma ter negociado fertilizantes com clientes e fornecedores 65% do que planejaram vender dentro do ano.

A empresa está adquirindo o potássio de outros lugares, como o Canadá. Ele acrescentou que embarques feitos antes da guerra de Belarus e Rússia também chegaram recentemente ao Brasil.

“Existe a possibilidade de o agricultor use menos fertilizantes, já que ele tem um inventário de nutrientes no campo devido há décadas de plantação. Ele pode colocar menos 10%, 15% (de fertilizantes) e colher praticamente a mesma coisa”, destacou.

Cálculo proforma amplia resultados

De acordo com a AgroGalaxy, considerando a receita do ano todo de Boa Vista (conclusão da aquisição em abril de 2021), Ferrari Zagatto (conclusão em setembro de 2021) e a Agrocat (conclusão em janeiro de 2022), a receita proforma de 2021 do AgroGalaxy teria sido de R$ 8,2 bilhões – a receita de insumos seria de R$ 5,4 bilhõs e o Ebidta ajustado somaria R$ 505 milhões, crescimentos de 97% e 99%, respectivamente, quando comparados a 2020.

Criação de instituto

O CEO da Agrogalaxy, Welles Pascoal, disse ainda que a empresa desenvolve projetos de ERP e CRM, permitindo mais integração da empresa.

O executivo disse ainda que a área digital ganha peso na empresa, com 52% das receitas do ano passado sendo realizada por processo digital.

Além disso, a companhia lançou em fevereiro o Instituto AgroGalaxy, que tem o objetivo de promover conhecimento, educação e inovação aplicada ao desenvolvimento sustentável no campo.

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.

Compartilhe