Em mercados / agro

Brasil eleva projeção para exportação de grãos

soja

O Brasil prevê maiores exportações de grãos no ciclo 2018-19 diante da expectativa de recorde na produção e em meio à escalada da guerra comercial EUA-China.

A estimativa de agosto para as exportações de soja aumentou para 70 milhões de t, ante 68 milhões de t previstas em julho, enquanto para as exportações de milho, a projeção subiu de 33,50 milhões de t para 34,50 milhões de t, de acordo com a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

O acirramento da guerra comercial entre Estados Unidos e China pode favorecer as exportações brasileiras de grãos, uma vez que a China, maior importadora de soja do mundo, suspendeu suas importações de produtos agrícolas norte-americanos depois que o presidente Donald Trump ameaçou impor tarifas adicionais sobre $300 bilhões em produtos chineses, a partir de setembro.

Ainda segundo a Conab, a produção total de grãos e oleaginosas do Brasil deverá atingir um recorde de 241,33 milhões de t em 2018-19, acima da projeção de 240,65 milhões de t apresentada no mês passado e superior aos 227,67 milhões de toneladas apurados em 2017-18.

O salto da safra atual foi impulsionado pela produção de milho, que é estimada em 99,31 milhões de t, acima da previsão do mês anterior de 98,5 milhões de t e da produção do ano passado de 80,7 milhões de t. O milho de inverno, que responde por quase dois terços da produção anual de milho, é semeado depois que a soja é removida dos campos durante o verão. A Conab prevê um recorde de produção de 73,07 milhões de toneladas de milho de inverno este ano, 35,6% superior ao resultado da safra 2017-2018.

"O clima no início da safra contribuiu decisivamente para o avanço do plantio", informa o relatório da Conab. "A continuidade dessas boas condições impactaram positivamente o estabelecimento das lavouras de segunda safra, proporcionando excelente ritmo para o cultivo nos principais estados produtores."

A colheita da soja, por sua vez, está chegando ao fim, restando apenas algumas partes das regiões Norte e Nordeste. A produção de soja deve chegar a 115,07 milhões de t, de acordo com a Conab, 3,5% abaixo da segunda maior safra de 119,28 milhões de toneladas em 2017-18. O Brasil é o maior exportador mundial da oleaginosa.

 

Tudo sobre:  Agronegócio  

Contato