Em mercados / agro

Moagem de cana recua 15% na 1ª quinzena de setembro

canavial
(Divulgação)

A moagem de cana-de-açúcar totalizou 38,51 milhões de toneladas no Centro-Sul durante a primeira quinzena de setembro. O número representa uma queda de 15,31% sobre o montante processado em igual período do ano passado, segundo dados da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA), divulgados hoje (25).

A produtividade das lavouras está menor neste ano. Dados do Centro de Tecnologia Canavieira (CTC), coletados em 81 usinas da região mostram que o rendimento do canavial alcançou 70,73 toneladas por hectare colhido na primeira quinzena de setembro, contra 77,87 toneladas por hectare no mesmo período 2017 - queda de 9,16%.

Ainda segundo levantamento da UNICA, muitas unidades devem optar por encerrarem as operações mais cedo. Neste ano, 12% das usinas devem processar cana em dezembro 2018, contra 36% verificados no mesmo mês de 2017. 

“Como era esperado, a intensa quebra agrícola registrada deve repercutir na data de término da safra no Centro-Sul”, diz, em nota, o diretor Técnico da entidade, Antonio de Padua Rodrigues.

Sobre o encerramento antecipado da safra, o dirigente da entidade ainda comenta. "Apenas 25% das usinas devem postergar o término da safra 2018/2019 em relação a data de encerramento verificada no ciclo 2017/2018. O prazo médio de atraso para essas empresas é de apenas 12 dias. Cerca de 75% das unidades em operação devem adiantar o final da safra 2018/2019, com prazo médio de antecipação de 27 dias em relação ao encerramento da safra passada e ampliação do período de entressafra”.

 

Contato