Em mercados / agro

Contratação de crédito agrícola cresce 9% nesta safra

Montante alcança mais de R$ 100 bilhões entre julho de 2017 e março deste ano

Dinheiro
(Frederic Muller)

A contratação de crédito agrícola por médios e grandes produtores rurais chegou a R$ 101,92 bilhões entre julho de 2017 a março deste ano. Segundo informou o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), o volume de recursos liberados representa 9,2% de aumento em relação a igual período do ano anterior.

As instituições financeiras liberaram para operações de custeio, comercialização e industrialização R$ 80,5 bilhões e R$ 21,4 bilhões para investimentos, o que representa acréscimos de 5,6% e 25,9% respectivamente, com relação ao mesmo período da safra anterior.

Os desembolsos do crédito rural no período totalizaram R$ 70,3 bilhões para a atividade agrícola e R$ 31,5 bilhões para a pecuária.

As contratações feitas pela fonte Letra de Crédito do Agronegócio (LCA) aumentaram 34,4%, atingindo R$ 15,6 bilhões, dos quais R$ 7,1 bilhões foram para operações de custeio, R$ 6,3 bilhões para comercialização, R$ 316 milhões para industrialização e R$ 1,8 bilhão para investimentos.

Entre as linhas de crédito de investimento, operadas principalmente pelo BNDES e Banco do Brasil, foram destaque as aplicações no Moderfrota que atingiram R$ 5,6 bilhões, o Pronamp (Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural) com desembolso de R$ 2,9 bilhões e o Programa ABC (Agricultura de Baixa Emissão de Carbono), somando R$ 1,1 bilhão. Desempenhos favoráveis também foram registrados no Inovagro (Programa de Incentivo à Inovação Tecnológica na Produção Agropecuária), com R$ 716 milhões e no PCA (Programa de Construção e Ampliação de Armazéns),  R$ 538 milhões.

 

Contato