Em mercados / agro

Macri anuncia elevação na mistura obrigatória de etanol na gasolina

A medida, anunciada em uma usina na província de Tucumán, visa encorajar a produção local de biocombustíveis, feitos à base de cana e milho

Mauricio Macri - Bloomberg
(Bloomberg)

SÃO PAULO - A Argentina, um dos maiores exportadores mundiais de biocombustíveis, elevará a mistura obrigatória de etanol na gasolina vendida no país de 10 para 12 por cento, disse nesta sexta-feira o presidente Mauricio Macri.

A medida, anunciada em uma usina na província de Tucumán, visa encorajar a produção local de biocombustíveis, feitos à base de cana e milho.

Essa é mais uma das medidas do presidente argentino, eleito no dia 22 de novembro em um disputa apertada com o governista Daniel Scioli. Para impulsionar as exportações, Macri desmantelou os controles cambiais, o que causou a maior desvalorização do peso dos últimos 14 anos. Além disso, o presidente eliminou a maioria dos impostos sobre as safras, o que tem impulsionado a exportação de algumas commodities como o trigo, que bateu recorde de embarcações para os EUA. 

Uma das mudanças mais polêmicas realizadas pelo atual presidente argentino foi a retirada dos subsídios, o que deve trazer uma severo reajuste nas contas de luz, com alta de até 600%, conforme divulgado pelo jornal O Globo.  

(Com Reuters)

 

Contato