Balanço de operações

After market da Bovespa bate recorde em novembro com horário de verão

Giro financeiro no período noturno de negociações da bolsa atinge R$ 1,6 bilhão - maior montante desde outubro de 2009

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O giro financeiro no after-market da bolsa registrou um recorde em novembro, de acordo com o balanço de operações da BM&FBovespa, publicado na noite de quinta-feira (6). No mês passado, foi movimentado R$ 1,6 bilhão – o maior montante desde outubro de 2009. 

Este resultado chama atenção, uma vez que o volume financeiro total no segmento Bovespa caiu 14% no mesmo período, para R$ 126,17 bilhões no mesmo período. Contudo, para o analista-chefe da SLW, Pedro Galdi, o aumento do giro financeiro no período noturno de negociações da bolsa já era esperado. “Com essa defasagem com o mercado norte-americano, por conta do horário de verão, o nosso after-market ganhou força”, explicou.

Desde a última segunda-feira (3), a bolsa brasileira tem fechado o pregão regular meia hora mais tarde, passando a operar das 10h00 (horário de Brasília) até às 17h30. O objetivo da mudança é, justamente, tentar reduzir essa diferença com Wall Street, o que vinha derrubando o volume financeiro da bolsa brasileira. 

E, na opinião de Galdi, parece que a Bovespa vem conseguindo o que pretendia: “Melhorou um pouco. O volume do mercado à vista voltou ao patamar de R$ 6 bilhões”, comentou o analista, que não prevê novas alterações no horário de negociação da bolsa. “Já está dado. Se tivesse que mudar, já tinha mudado”, defendeu.

Procurada pelo InfoMoney, a assessoria da BM&FBovespa afirmou que a companhia não comenta sobre o assunto.